Q

Previsão do tempo

24° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 25° C
24° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 31° C
  • Wednesday 31° C
27° C
  • Monday 29° C
  • Tuesday 32° C
  • Wednesday 31° C

Festas em honra Nossa Senhora da Vitória em Pataias com história e tradição

Marlene Sousa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
As tradicionais Festas em honra Nossa Senhora da Vitória em Pataias, iniciam na quinta-feira, 14 de agosto e terminam no dia 17, com um programa cheio de animação e diversão.

Juliana Santos, elemento da comissão de festas do ano 1978, diz que esta festa pela sua história e tradição, é “uma iniciativa importante para a população local e é um festejo que recebe muitos visitantes”.

Os festejos religiosos, com a imagem de Nossa Senhora contam com grande afluência de fiéis.

No decorrer dos festejos e para além dos tradicionais atrativos, uma área de exposição de diversas empresas e associações atraem a população. O ponto alto das festas tem lugar no dia 15 de agosto, com a partida do círio em direção à praia das Paredes. Na romaria, também conhecida como “a festa dos burros” , segue atualmente, o Anjo que canta as loas, o Juiz, a Juíza, dezenas de e carros alegóricos enfeitados com verdura e girassóis e alguns devotos, que percorrem o caminho a pé. Uma vez chegados à praia da paróquia de Pataias, os participantes juntam-se no parque de merendas das Paredes, onde convivem ao logo do dia. Ao final da tarde, e depois da missa e procissão na capela de Nossa Senhora da Vitória, o círio regressa a Pataias, onde é esperado por centenas de pessoas.

Segundo, Tiago Inácio, que escreveu um livro de investigação sobre a Mina do Azeiche, a romaria Nossa Senhora da Vitória, é uma tradição de séculos, que perdura desde a decadência da Vila das Paredes. Não existe, em concreto, uma data de inicio da romaria, embora, tudo indica, que terá começado em meados do séc. XVI, quando em 1536, a paróquia de Paredes é transferida para Pataias. Em 1542, devido á falta de povoação, nas Paredes, a capela deixa de ter missa. Ora, tendo a capela deixado de celebrar missa, os paroquianos ficaram na incumbência, de realizarem uma romagem à Nossa senhora da Vitória.

No entanto, o primeiro registo encontrado, remete para 1650, na qual Frei Francisco Brandão, monge de Alcobaça, informa da existência de “…hua ermida de invocação a Nossa Senhora da Vitória, de muita devoção e romagem a que acode o povo de Leiria todos os anos no dia da Natividade…”

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

PS pede campanha de sensibilização de Poupança de Água

O PS propôs uma campanha de sensibilização para necessidade de poupança de água. O inverno pouco chuvoso e a situação de país seca extrema e severa em que se encontra o país estão na origem desta proposta socialista à Câmara e SMAS – Serviços Municipalizados....

agua 1

Gratuitidade de acesso ao Mosteiro de Alcobaça limitada

A entrada em museus, monumentos e palácios tutelados pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) passou a ser gratuita aos domingos e feriados apenas até às 14h00, para cidadãos residentes em Portugal, revelou a DGPC. A medida aplica-se aos 25 museus,...

mosteiro alcobaca