Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 25° C
18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 26° C

Sumos feitos com tecnologia da NASA? São alcobacenses

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Uma tecnologia utilizada pela NASA para cortar ligas de foguetões é o segredo dos Green Juices que a Sonatural está a vender de Portugal para o resto da Europa. Verdade: a máquina de hiperpressão a frio veio dos Estados Unidos e foi adaptada para fazer sumos de vegetais sem qualquer tipo de conservantes, aditivos ou açúcares. Tal e qual os que se fazem em casa ou nos bares de sumos tão em voga. Melhor ainda: tudo com a famosa maçã de Alcobaça.

“A Sonatural desenvolveu este conceito para juntar aquilo que é a recomendação das cinco peças de fruta e vegetais por dia numa garrafa, num produto fresco”, explica ao Dinheiro Vivo Douglas Gilman, presidente da GL, que detém a Sonatural. “O que nós queremos é que se consiga juntar os vegetais e a fruta num sumo ótimo de beber, que tenha todas as vitaminas e bom sabor.” E foi isso que conseguiu.

Os sumos conservam-se entre 45 a 55 dias, dependendo dos ingredientes que têm, sem adição de nenhum conservante. Como? A tecnologia de hiperpressão a frio esmaga as bactérias a 5 graus, temperatura que não altera as vitaminas nem o sabor. “Um sumo fresco feito em casa aguenta um dia. Com esta tecnologia conseguimos 55 dias.”

O sucesso dos “Green Juices” foi quase imediato. A GL conseguiu contrato com uma cadeia de distribuição inglesa, que usa a sua própria marca nos sumos. Neste momento, a empresa exporta 70% dos sumos que produz. Os destinos são Inglaterra, Bélgica, França, Espanha e Noruega. “Estamos a ter um sucesso enorme com este conceito e a receber todos os dias chamadas de novos clientes a pedirem na Europa toda”, revela Douglas Gilman.

A empresa prevê faturar 20 milhões de euros este ano, mais quatro milhões que no ano passado. “Já faturámos mais, depois entrou a crise”, admite. “Esperamos voltar outra vez aos 27 milhões, como faturávamos antes da crise. Temos muita resiliência, vamo-nos adaptando e hoje em dia estamos de volta.” A inovação com a máquina de hiperpressão a frio é essencial: “O nosso objetivo é chegar a 2015 com 50% de exportação”, revela o responsável. A empresa exporta 30% do total de volume de negócios, entre sumos de vegetais, sumos de frutas, sandes e outros produtos.

Fonte dinheiro vivo

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Alcobaça em destaque no “Prémio Cinco Estrelas Regiões 2022”

Na edição de 2022 do “Prémio Cinco Estrelas Regiões” os portugueses escolheram as Cornucópias e as clínicas Physioclem e Policlínica como marcas de eleição do distrito de Leiria. O Prémio Cinco Estrelas Regiões é um sistema de avaliação que identifica, segundo a...

cornucopias

Mário Cerol assumiu o Comando dos Bombeiros Voluntários da Nazaré

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Nazaré tomou posse do cargo, no passado dia 25 de abril, uma cerimónia que contou com a presença da população e das entidades convidadas. Mário Cerol falou em compromisso, responsabilidade e em gratidão pelo convite...

mario cerol