Q

Previsão do tempo

7° C
  • Wednesday 11° C
  • Thursday 13° C
  • Friday 14° C
8° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 13° C
  • Friday 15° C
7° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 15° C

Câmara ausculta comunidade piscatória sobre problemas no setor

JL

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Perto de quatro dezenas de pescadores matriculados na capitania do porto da Nazaré participaram no passado sábado, 22 de março, numa reunião de trabalho promovida pela Câmara Municipal que quis saber, junto dos profissionais da pesca, quais são os principais problemas do setor, ao mesmo tempo que apresentou alguns programas de apoio disponíveis, e a disponibilidade da autarquia para colaborar com esta área de atividade económica.

A escassez de recursos; os elevados preços dos combustíveis, licenças e seguros; os baixos rendimentos, o preço do pescado; a impossibilidade de acumulação da reforma com a atividade piscatória, como complemento; o envelhecimento do setor e a falta de condições de trabalho no porto de pesca foram alguns dos problemas apresentados pelos pescadores que participaram no encontro.

A autarquia, que “disponibiliza conhecimento e técnicos para auxiliar os pescadores em projetos futuros que promovam a dinamização da atividade ou na resolução de questões quotidianas ligadas à atividade”, comunicou que o seu papel será o de “colaborar com a comunidade piscatória local”, nomeadamente através do “exercício de pressão sobre as entidades oficiais para a resolução de problemas da comunidade piscatória local”, exigindo, nomeadamente, “intervenções, como já fez, através de deliberação camarária “solicitando a alteração ao decreto-lei 46/2010, do Fundo de Compensação Salarial para os Profissionais da Pesca”, explicou Walter Chicharro.

“O objetivo é que a comunidade piscatória nazarena passe a ter acesso a esta ajuda, até agora inviável pelo facto do porto de abrigo funcionar sempre, mesmo em situações de intempérie, como a que se verificou este Inverno”, explicou.

As candidaturas a esta ajuda estão já a ser elaboradas pelas associações do setor. Os não associados poderão recorrer ao gabinete de apoio às pescas da Câmara para a formalização das candidaturas.

Esta reunião de trabalho, a primeira de várias que o responsável pelas atividades económicas (pesca) anunciou que irá efetuar com a comunidade piscatória, surge após ter sido lançado um inquérito a pescadores, armadores, mestres e marinheiros, destinado a identificar as preocupações e expectativas do setor.

Walter Chicharro deu a conhecer algumas das áreas que o próximo quadro comunitário de apoios irá beneficiar ao nível das pescas, bem como projetos que tenciona implementar durante o seu mandato, como o do estudo ao pescado capturado no mar da Nazaré, “em que se prove que ele é, de facto diferente, criando-se uma marca”, uma mais-valia para os profissionais do setor e para a esta atividade económica.

“São prioridades da gestão socialista a melhoria das condições do Porto, com obras de requalificação do espaço e desassoreamento da barra, bem como atração de investidores”, reforçou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Expectativas de futuro e escolha vocacional de estudantes

Município e Associação Inspirar o Futuro juntam-se para orientar alunos do 9º e secundário no rumo mais acertado para o futuro A Associação Juvenil Inspirar o Futuro esteve, no passado dia 6, na Escola C+S Amadeu Gaudêncio para uma de várias sessões previstas...

expectativas de futuro