Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 26° C
14° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
14° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C

Ecologistas questionam Ministério do Ambiente sobre fábrica Pallests First

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A deputada do Partido Ecologista “Os Verdes”, Manuel Cunha, vai questionar os Ministérios do Ambiente e Economia sobre as condições de laboração da fábrica Pallests First, na zona industrial do Casal da Areia, em Cós.

Manuela Cunha refere que “a poluição é um atentado para a saúde pública da população residente ali em volta”. A libertação de partículas de serradura de diferentes dimensões, o mau acondicionamento das sobras pós e pré processamento, o ruído e a proximidade da fábrica de uma zona residencial, foram algumas das notas tiradas pela deputada ao funcionamento da fábrica, alvo de forte contestação por parte de população e empresários instalados na zona industrial do Casal da Areia. Manuela Cunha lamentou que mesmo após a visita das autoridades competentes à unidade fabril, onde se verificou que esta estava em incumprimento, o problema se mantenha. “Esperamos agora para ver quais serão as consequências das infrações”, disse. A deputada referiu, ainda, que uma das primeiras situações observadas nesta fábrica foi “a quantidade de partículas presentes no ar em redor da fábrica, transportadas pelo vento durante o processamento e a partir destas pilhas”. Para Manuela Cunha todos os que tenham problemas de saúde, nomeadamente respiratórios, têm a “sua saúde ameaçada”, designadamente por causa das micropartículas, “muito perigosas para a saúde pois devido à sua pequena dimensão conseguem penetrar profundamente no aparelho respiratório, provocando inflamação nas vias aéreas (brônquios e bronquíolos) o que por sua vez causa falta de ar.” Esta situação é insustentável e o partido vai questionar os respetivos ministérios sobre as condições de funcionamento da fábrica. “Precisamos de fábricas a funcionar no nosso país, mas tudo tem que estar bem localizado e a funcionar em condições, porque se não estamos a beneficiar alguns e a prejudicar muitos”, disse a deputada. O diretor regional de economia visitou, recentemente, a fábrica do Casal da Areia, e estabeleceu um prazo para a administração resolver os problemas ambientais causados.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados