Q

Previsão do tempo

17° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
17° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 25° C
17° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 26° C

PSD mantém-se à frente da Câmara Alcobaça mas sem maioria

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo Inácio foi reeleito presidente da Câmara Municipal de Alcobaça nas eleições do passado dia 29 de setembro, mas o PSD não conseguiu a maioria, tendo mesmo perdido o quarto vereador no executivo camarário dos próximos quatro anos.

O PSD obteve 9.564 votos, o que representa uma descida relativamente às eleições autárquicas de 2009, mas o resultado chega para o partido colocar na Câmara Municipal três representantes: o presidente, Paulo Inácio; Herminio Rodrigues e Inês Silva, como vereadores.

O PS, com a candidatura de José Canha, obteve 5.247 votos, o que representa, também, uma descida face às autárquicas de 2009, quando o partido se lançou na campanha com a candidatura de Acácio Barbosa

(6.231 votos).

O CDSPP, com a candidatura de Carlos Bonifácio, foi a única força partidária a subir nas votações. Obteve 4.649 votos, o triplo do que conseguiu em 2009, resultado que coloca um vereador no executivo camarário, o que já não acontecia desde 1989.

Com menos votos que em 2009, a CDU conseguiu, por sua vez, com a candidatura de Vanda Marques, assegurar o seu lugar na vereação dos próximos quatro anos. 3.176 eleitores (11.84% ) votaram na candidatura da coligação.

Afastados da cadeira do executivo municipal ficaram o Bloco de Esquerda e PNR.

Adelino Granja, pelo BE, arrecadou 566 votos, o pior resultado de sempre para o partido. João Pedro Amaral, candidato do PNR, somou 245 votos.

No ato eleitoral do passado dia 29 de setembro, cresceram, também, os votos em branco (6.41% ) e os votos nulos (4.98% ).

Paulo Inácio agradeceu a vitória ao eleitorado. “Agradeço terem dado a confiança e a honra de continuar a ser presidente da Câmara”.

“São mais quatro anos de trabalho e de responsabilidade”, disse o autarca, adiantando que “o importante era a vitória”, na maioria das freguesias, que continuaram a ser PSD.

José Canha cumprimentou os vencedores e destacou as vitórias do seu partido nas juntas de freguesia de Alcobaça (Isabel Fonseca) e da Benedita (João Rolo), “duas freguesias emblemáticas, muito importantes”, sublinhou.

Sobre o resultado final obtido pelo seu partido, que registou uma quebra face a 2009, José Canha afirmou que “haverá muito tempo para falarmos no assunto”.

Já o CDSPP congratulou-se com os resultados obtidos nas urnas. “Sempre disse que vinha para as eleições para as disputar. Não conseguimos o objetivo de ganhar as eleições, mas obtivemos um resultado histórico, nunca registado no CDSPP no concelho de Alcobaça, que triplica os votos de há 4 anos”, disse Carlos Bonifácio.

O próximo vereador destacou ainda que “há 24 anos que o CDSPP não tinha representação no executivo camarário, e passará a tê-lo”.

Vanda Marques, que também será vereadora no executivo camarário dos próximos quatro anos, mostrou-se satisfeita pela sua eleição.

“Entrar como vereadora é extremamente importante”, disse Vanda Marques, adiantando que “ficamos satisfeitos com os resultados, tenho em conta que é a primeira vez que estou na política”.

“Foi um voto de confiança do eleitorado. Foi uma vitória pessoal”, rematou.

Menos satisfeito com os resultados ficou Adelino Granja, do Bloco de Esquerda. “A leitura que faço é pessoal. Foi uma derrota grave, estrondosa para o partido. Veio frustrar as nossas expetativas”, disse Adelino Granja.

O advogado reforçou que “um dos objetivos do BE era quebrar a maioria do PSD e uma viragem à esquerda”. Apesar do primeiro se ter concretizado, o segundo não aconteceu. O PSD perdeu um vereador, mas o CDSPP conquistou o lugar na vereação.

João Amaral, do PNR, congratulou-se com os resultados obtidos localmente, que foram “positivos comparativamente aos das legislativas, os únicos dados comparativos possíveis”, referindo, em seguida, que em atos eleitorais “nem sempre vence o partido com as melhores ideias, mas antes os que têm maiores recursos”.

“Os nossos resultados são proporcionais aos meios usados”, rematou.

As eleições autárquicas no concelho de Alcobaça ficaram, ainda, marcadas pelo boicote na freguesia Alpedriz, insatisfeita com a junção a Cós e Montes, nesta nova reorganização administrativa.

Os eleitos foram chamados, de novo, no domingo, 6 de outubro, para votarem e, desta feita, não boicotaram o ato. O resultado final consolidou a eleição do segundo vereador do Partido Socialista para a Câmara Municipal de Alcobaça.

Dos 312 votantes, 50 votaram PSD; 141 no PS; 40 na CDU; 32 no CDSPP; 1 no Bloco de Esquerda e 2 no PNR.

Constituição do Executivo Camarário:

Paulo Inácio (PSD)

Herminio Rodrigues (PSD)

Inês Silva (PSD)

José Canha (PS)

Eugénia Rodrigues (PS)

Vanda Marques (CDU)

Carlos Bonifácio (CDSPP)

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Mário Cerol assumiu o Comando dos Bombeiros Voluntários da Nazaré

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Nazaré tomou posse do cargo, no passado dia 25 de abril, uma cerimónia que contou com a presença da população e das entidades convidadas. Mário Cerol falou em compromisso, responsabilidade e em gratidão pelo convite...

mario cerol