Q

Previsão do tempo

22° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 25° C
23° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 31° C
  • Wednesday 31° C
24° C
  • Monday 29° C
  • Tuesday 32° C
  • Wednesday 31° C
Candidato do PSD

Miguel Sousinha – “Vamos resolver os problemas existentes e encontrar as melhores soluções para o desenvolvimento da Nazaré”

Cátia Nunes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Miguel Sousinha apresenta-se como candidato à presidência da Câmara Municipal da Nazaré, pelo PSD. É um empresário ligado à hotelaria e foi durante seis anos presidente da Região de Turismo Leiria/Fátima e vereador da Câmara da Nazaré também durante seis anos. Esteve, nos últimos anos, a colaborar com um grupo económico na área da hotelaria. A sua candidatura tem como ambição “colocar o concelho da Nazaré num patamar qualitativo que se possa tirar os proveitos e os dividendos daquele que é um concelho com uma diversidade económica esplêndida”.

Trabalho desenvolvido pelo PSD

Miguel Sousinha não sente que a conjuntura a nível nacional e local, dirigida pelo PSD, possa prejudicar a sua candidatura, defendendo que Jorge Barroso, atual presidente da Câmara Municipal da Nazaré “contribuiu e muito para o desenvolvimento do concelho”.

“Há vinte anos, a meio do verão, não havia água para a população nem para quem nos visitava. Foram construídos mais de 300 quilómetros de redes, entre água e saneamento, foram construídos pavilhões, pistas de atletismo, relvados e dois dos mais modernos centros escolares da região. Além disso, foram alojadas cerca de 100 famílias”, revela o candidato.

Afirma ainda que foi dado “apoio ao envelhecimento ativo com a universidade sénior e apoio aos jovens com as escolas de ballet, danças de salão e várias atividades culturais e desportivas. Apoio esse que também custa muito em termos económicos”, sustenta o candidato, acrescentando que em primeiro lugar estão “as pessoas e depois uma revitalização do espaço urbano”.

O endividamento da Nazaré e o PAEL

Quando questionado acerca do endividamento da Câmara da Nazaré, Miguel Sousinha diz que este é cerca de 39 milhões de euros e “é um endividamento público”. “As contas da Câmara, as contas municipais e as contas dos serviços municipalizados são públicas”, aponta.

O candidato garante que não haverá despedimentos e que aquilo que está imposto pela lei corresponde à saída de duas pessoas e à entrada de uma, ou seja, “aquilo que o Miguel Sousinha pretende é colocar duas pessoas na reforma e uma para as substituir”.

Afirma que com o PAEL a intenção é de “transformar as dívidas de curto prazo e colocá-las a médio e longo prazo, através de um empréstimo” e, deste modo, “ficar com a dívida estruturada a vinte anos”. Sublinha o facto do problema da dívida não ficar resolvido, mas “está sustentado e isso é o mais importante”.

Acredita que, desta forma, “com o reequilíbrio financeiro da Câmara, o PAEL fica numa situação mais tranquila”.

Pesca, agricultura, turismo e saúde

Miguel Sousinha, com o projeto que tem em mãos, pretende que este seja “vocacionado nos próximos quatro anos para o impacto da economia local” e isso implica a “área do turismo, comércio, restauração e um conjunto de intervenções com a função de reabilitar para trazer mais pessoas”.

No setor das pescas, o candidato afirma que “existem problemas muito graves que não se vão resolver amanhã”, mas que é da sua intenção “estar junto dos pescadores e apoiar naquilo que for possível”. Refere que o atual presidente “tem resolvido bastantes problemas”, mas, nesta atividade, existe um “problema que é natural de toda a costa: a insuficiência de recursos. Há pescadores, mas não há recursos”, indica o candidato.

“A agricultura também é uma aposta nossa”, assegura. O candidato do PSD revela a intenção de “apoiar os agricultores em conjunto com as associações existentes” para que seja possível “valorizar o produto de excelência que há nas zonas de Valado dos Frades e Famalicão”.

Quanto ao turismo, a equipa de Miguel Sousinha pretende criar a “casa do turismo, em que o turista tem ali não só informação, mas toda a identidade da Nazaré e, dentro desta lógica, criar o cartão do turista que corresponde a um passe que dá acesso aos transportes, para que tenha a possibilidade de visitar tudo ao nível da vila da Nazaré”.

Preocupado em relação ao centro de saúde provisório do concelho da Nazaré, Miguel Sousinha declara que este já “é um problema de há muitos anos” e revela que logo nos primeiros dias da tomada de posse, caso seja o eleito pelos nazarenos, é um dos seus objetivos reunir-se com o secretário de estado de saúde e “encontrar a solução para a construção de um novo centro de saúde na Nazaré”.

Requalificação do espaço urbano e apoio às novas empresas

Miguel Sousinha admite que houve uma falha da parte do último executivo em não requalificar o espaço urbano, mas recorda que, há doze anos, antes de sair da Câmara, “havia um programa que tinha a ver com a reabilitação do espaço público e também no interior dos estabelecimentos. Havia uma sinergia a nível do privado que investia e ao nível do público que requalificava o espaço público”.

Adianta que “houve um investimento quer na marginal, quer na Praça Sousa Oliveira, quer em toda a zona urbana mais antiga”, fazendo notar que “toda a iluminação pública e o mobiliário que existe neste momento foram substituídos há doze anos”

Na área de localização empresarial de Valado dos Frades, neste momento, “estão em concretização as infraestruturas que são de responsabilidade do próprio município”. Revela que os investidores têm vontade de empreender e erguer as suas empresas”, mostrando-se satisfeito com aquilo que poderá significar em termos de emprego no futuro.

Confessa que o desemprego é uma das suas preocupações e, em conjunto com as empresas “é importante desenvolvê-las de forma a potenciá-las economicamente”. Pretende, deste modo, “criar riqueza e valor ao concelho” e é seu objetivo “ajudar os empresários a desenvolverem os seus projetos”. “Há vontade de empreender e criar emprego nestas áreas”, revela o candidato.

“Não vimos com falsas promessas, queremos criar um modelo de desenvolvimento equilibrado e sustentado para o futuro do concelho. E, por essa razão, vamos resolver os problemas existentes e encontrar as melhores soluções para o desenvolvimento da Nazaré”, manifesta o candidato.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn