Q

Previsão do tempo

12° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 16° C
12° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 16° C
  • Thursday 17° C
13° C
  • Tuesday 16° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 17° C
António Salvador cede terrenos

Hortas Urbanas para Famílias Carenciadas na Nazaré

JL e FG

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O vereador António Salvador anunciou na última reunião da Câmara da Nazaré que, por “iniciativa pessoal, familiar e não política”, vai colocar à disposição da população terrenos rústicos que possui para quem queira desenvolver atividade agrícola.

“São três terrenos agrícolas junto do perímetro urbano que vamos disponibilizar para as pessoas criarem hortas urbanas e agricultura de subsistência a custo zero. É do interesse municipal e útil do ponto vista social que haja uma iniciativa deste género, porque as dificuldades são muitas”, relatou o social-democrata.

“O país atravessa uma profunda crise e há muitas pessoas, também no concelho da Nazaré, com dificuldades em suportar as despesas e encargos familiares. A alimentação tem um grande peso no orçamento familiar e é importante que não faltem em casa bens e produtos essenciais e saudáveis (tais como os produtos hortícolas). Muitas pessoas gostariam de ter um “bocado de terra” ou pequena horta para fazer agricultura e plantar alguns produtos hortícolas, para seu próprio consumo e da sua família”, referiu.

Quem estiver interessado num talhão para fazer uma horta pode preencher uma ficha que estará disponível no escritório de António Salvador na Rua Mouzinho de Albuquerque, 168, na Nazaré, a partir de 27 de maio.

“A ficha servirá para podermos avaliar o número de pessoas que gostariam de ter um talhão de terreno para fazer uma horta e podermos preparar o processo de adjudicação aos interessados por um período de tempo pré-definido, nas condições contratuais ou legais aplicáveis, sem qualquer contrapartida financeira”, explicou, pretendendo que apareçam interessados em cultivar uma horta de agricultura sustentável/biológica, não afectando produtos dos talhões vizinhos.

O vereador António Salvador vai colocar à disposição da população interessada dois terrenos agrícolas que possui na Nazaré, não utilizados pela família, onde poderá ser praticada agricultura de subsistência.

Criar uma espécie de hortas urbanas e ajudar as famílias na sua economia familiar são os objetivos.

Os terrenos, localizados dentro da malha urbana, têm dimensão que permitem fazer vários talhões de utilização individual ou familiar, indo ao encontro das necessidades de algumas famílias da Nazaré, que já manifestaram vontade em fazer agricultura de subsistência, mas que não têm os meios para o puder fazer.

“O objetivo é ajudar pessoas com maior carência financeira a produzirem produtos agrícolas, poupando algum dinheiro ao nível da dispensa”, disse António Salvador.

Para o social-democrata “esta é a nossa forma de ajudar as pessoas, sobretudo as mais carenciadas, a passarem um pouco melhor por esta fase de crise e dificuldades económicas.”

A iniciativa, tomada pela família e anunciada pelo vereador do PSD, foi divulgada na última reunião do executivo camarário da Nazaré.

“Divulguei a ideia na Câmara da Nazaré por entender que este é um assunto de interesse público. Não houve outra intenção, se não o de comunicar uma iniciativa destinada a ajudar quem mais precisa”, salientou.

Dentro dos próximos dias serão definidos e divulgados os critérios para a adjudicação dos talhões, o que está a ser feito com a ajuda de uma técnica jurídica.

António Salvador acredita no sucesso da iniciativa que classifica “de ato de solidariedade pessoal para com as pessoas que precisarem ou desejarem praticarem essa atividade, ajudando na economia familiar”.

Nos próximos 15 dias são anunciadas as normas em que esta cedência, por alguns anos, irá funcionar.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva