Q

Previsão do tempo

12° C
  • Sunday 9° C
  • Monday 11° C
  • Tuesday 12° C
13° C
  • Sunday 10° C
  • Monday 11° C
  • Tuesday 13° C
14° C
  • Sunday 10° C
  • Monday 11° C
  • Tuesday 13° C

Passeio dos Noivos no Castelo de Alcobaça

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Castelo de Alcobaça vai passar a fazer parte da oferta complementar do turismo em Alcobaça. A Câmara diz estar a tomar “diligências para otimizar os espaços da cidade como ofertas complementares de turismo”, para, no âmbito da regeneração urbana em curso na zona da Gafa, se dar um “salto qualitativo em termos de qualidade e de apresentação turística”, informou Paulo Inácio, presidente do executivo camarário.

“Tenho um projeto, que será apresentado a seu tempo, para a conferência dos rios de Alcobaça e para o Castelo, para que sejam motivos de visitas turísticas. O objetivo é haver continuidade”, disse o autarca.

Sobre o projeto para o Castelo, Paulo Inácio informou que “será através da colocação de pedra (da Ataíja), onde serão gravados os nomes dos noivos e o slogan “Em Alcobaça dê lugar ao Amor” que o passeio será construído”.

“A ideia é que sejam os noivos e turistas a construir e a requalificar a envolvente do Castelo, com calçada, que deixará gravado para toda a vida no Passeio dos Noivos, os nomes, as datas e o momento”.

De acordo com o autarca, “são motivos para que outros espaços da cidade possam ter condições de atratividade”.

A proposta de trabalho do executivo camarário de Alcobaça será apresentada, em breve, à tutela do Castelo.

Castelo de Alcobaça

Situado num outeiro onde os visitantes têm uma vista privilegiada sobre a cidade, o Castelo data, provavelmente, do período visigótico, tendo sido, no século VIII, conquistado pelos mouros; e em 1148 tomado por D. Afonso Henriques aos mouros, que o voltaram a conquistar e destruir. O Castelo seria, mais tarde, reconquistado e reconstruído por El-Rei D. Sancho I. O seu alcaide mais conhecido foi Ben Al-Mansour. É sobre este que se contam algumas das mais belas lendas de Alcobaça.

O edifício sofre grandes estragos com os terramotos de 1563 e 1755.

Sem utilidade como castelo, chegou a ser prisão.

Mais tarde, no século XIX, o município de Alcobaça vende as pedras das muralhas à população para construção de habitações. Outras foram alvo de furtos. (fonte: junta de freguesia de Alcobaça)

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Câmara Municipal prepara novos perímetros de rega no concelho

Um ano após a inauguração da requalificação e modernização do Aproveitamento Hidroagrícola da Cela, a Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes regressou, no passado dia 28 de novembro, à Associação dos Beneficiários da Cela, para abrir as XIII...

rega