Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C

Funcionário de restaurante agredido e assaltado com caçadeira encostada à cabeça

Francisco Gomes

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“‘Não sais do chão senão levas um tiro’, gritaram. Cheguei a temer pela vida, nunca me tinham apontado uma arma à cabeça”. O desabafo é de Manuel António, de 46 anos, funcionário do restaurante Tropicana, no Nadadouro, nas Caldas da Rainha, que na madrugada de 8 de janeiro foi agredido e assaltado por dois indivíduos encapuzados, que entraram por uma porta secundária.

Era meia-noite e meia e “os clientes tinham ido embora e eu estava sozinho a arrumar as coisas na cozinha”. “Quando dou por mim tinha uma caçadeira apontada à cabeça”, recordou.

“Mandaram-me deitar no chão, pregaram-me um soco, deram com a coronha da arma na cabeça e perdi os sentidos. Depois puxaram-me e arrastaram-me para junto das mesas e ameaçaram-me para não me levantar do chão”, relatou Manuel António, que teve de ser transportado pelos bombeiros para receber assistência no hospital das Caldas da Rainha por causa das agressões na nuca e na face, tendo ficado com um dente partido e com hematomas no braço direito. Fez um exame pericial no Gabinete Médico-Legal de Torres Vedras.

Segundo a proprietária do estabelecimento, Corália Penedos, foram retirados “cerca de 500 euros da caixa registadora e provocados danos na máquina de tabaco, que os assaltantes não conseguiram abrir”. Antes de abandonarem o estabelecimento, os larápios, que usavam luvas e teriam entre 25 e 30 anos, “partiram os telefones e levaram diversas chaves e ainda roubaram ao funcionário um anel, um fio e uma pulseira em ouro”. O alerta foi dado pelo funcionário, que se deslocou a casa de um vizinho do estabelecimento para telefonar para os patrões.

“Não tenho dúvidas de que já tinham observado os movimentos da casa, para saber as rotinas. Já fui assaltada quatro vezes no restaurante, uma no carro e outra em casa. Levaram-me mais de cinco mil euros em ouro, uma carteira com 700 euros, um computador e acessórios para máquina fotográfica profissional. Acho que é uma perseguição”, manifestou Corália Penedos.

A GNR das Caldas da Rainha registou a ocorrência e passou o caso para a investigação da Polícia Judiciária de Leiria.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Um casal fez-se passar por oficiais da GNR já foi detido

Um homem com 34 anos e uma mulher de 38 anos de idade, residentes na Benedita, foram detidos pela PSP de Leiria, no passado dia 24 de outubro, pela prática dos crimes de abuso de designação, sinal ou uniforme. O casal andaria a fazer-se passar por Oficiais da GNR,...

casal

Maior rede de tráfico de droga do Oeste foi desmantelada pela GNR

O Núcleo de Investigação Criminal de Caldas da Rainha da GNR deteve quatro homens e três mulheres que ligados à “maior rede de tráfico de droga da região Oeste”, liderada por um casal de Rio Maior, numa operação em que foram apreendidos mais de cem mil euros em...

gnr

Apreensão de 360 quilos de pescada subdimensionada

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré, apreendeu, no passado dia 26 de outubro, na Nazaré, 360 quilos de pescada branca subdimensionada. A apreensão ocorreu no âmbito de uma ação de fiscalização levada a...

pescada