Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 17° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
14° C
  • Thursday 16° C
  • Friday 16° C
  • Saturday 12° C
Jornalista nazarena recebe prémio

Cerimónia pública de atribuição do Prémio Literário Orlando Gonçalves

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Sílvia Caneco, jornalista do jornal i, e vencedora da 15.ª edição do Prémio Literário Orlando Gonçalves com a reportagem “Alice esperou 38 anos para matar o marido”, publicada no jornal i em 10 de março de 2011, recebeu, no dia 22 de novembro, o prémio, no valor de cerca de 5 mil euros, atribuído pela Câmara Municipal da Amadora.

Sílvia Caneco nasceu na Nazaré, em 1984. Licenciou-se em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa, e começou a trabalhar como jornalista no “Região da Nazaré”. Estagiou no jornal “Público” e colaborou, enquanto freelance, com o “Público”, “Pública”

e “Grande Reportagem”. É jornalista do i desde a fundação do jornal e cobre atualmente a área da Justiça. Em 2012, lançou o seu primeiro livro – “Sacanas com Lei” – em co parceria com Rosa Ramos.

O Prémio Literário Orlando Gonçalves, instituído em 1998 pela Câmara Municipal da Amadora, tem por objetivo, por um lado, homenagear a memória do escritor e jornalista Orlando Gonçalves, e por outro incentivar a produção literária, contribuindo para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa.

Este prémio destina-se a galardoar, anualmente, e de forma alternada, uma obra de ficção narrativa e um trabalho jornalístico de investigação ou grande reportagem.

Orlando Bernardino Gonçalves, um dos percursores do movimento neorrealista português, foi escritor e jornalista de imprensa escrita e de rádio, tendo sido inclusive Diretor do jornal Notícias da Amadora durante mais de trinta anos, atividade que sempre desenvolveu a par das suas intervenções cívicas e políticas na defesa dos direitos e deveres de uma cidadania plena, consciente e esclarecida, sustentada pelo enriquecimento intelectual.

Orlando Gonçalves foi agraciado com a Medalha de Ouro da Cidade da Amadora em 1989, em 1993 o seu romance Enredos da Memória foi galardoado com o Prémio Literário Cidade da Amadora e em 1997 foi mais uma vez homenageado pela Câmara Municipal da Amadora, por ocasião das comemorações do 25 de Abril.

Fonte:CMA

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara investe na Arborização do Parque da Pedralva

A empreitada de arborização de uma área de 2,52 ha do Parque da Pedralva teve início na semana passado e representa um investimento que totaliza os 81.730,45 €. O plano de arborização surge no âmbito da candidatura ao Aviso n.º 11/REACT-EU/2021 – (Re) Arborização...

pedralva