Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 21° C
19° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 24° C
25° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 23° C
“Pederneira – Nazaré: 100 Anos de Concelho – 1912-2012” é o título da iniciativa

Centro Cultural de Nazaré comemora 100 Anos do Concelho com exposição

David Mariano

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Centro Cultural da Nazaré (antiga lota) tem patente ao público, até ao próximo dia 18 de dezembro, uma exposição documental intitulada “Pederneira – Nazaré: 100 Anos de Concelho – 1912-2012”, iniciativa que serve para comemorar o Centenário do Concelho e é composta por documentos, fotografias e objetos ilustrativos deste marco histórico para a Nazaré.

Organizada pela Câmara Municipal da Nazaré e Juntas de Freguesia da Nazaré, Valado dos Frades e Famalicão, a mostra conta com a colaboração da Biblioteca da Nazaré, Museu Dr. Joaquim Manso, Lusitania – Grupo Montepio, Grupo Etnográfico Danças e Cantares da Nazaré, Câmara Municipal de Alcobaça, Centro de Estudos Nazarenos, Sérgio Leal Pedro e Vitor Louraço.

Breve História do Concelho da Nazaré

A origem da Nazaré enquanto concelho é relativamente recente, contudo, este manteve a sua autonomia até 6 Novembro de 1836, altura em que, por decreto provisório, foi anexado ao concelho da Maiorga. Mas, por decreto de 12 de Junho de 1837, voltou a vila da Pederneira à categoria de concelho, ficando-lhe agregadas as freguesias de Valado e Famalicão. A 24 de Outubro de 1855, uma nova reforma territorial para o serviço judicial e administrativo, fez com que o concelho da Pederneira fosse mais uma vez extinto, passando a integrar o de Alcobaça.

Mas Alcobaça ficava longe e a Praia da Nazareth prosperava, factos que contribuiriam para uma nova restauração do concelho da Pederneira, o que se efetivou por Carta de Lei de 11 de Junho de 1898, ficando este constituído pelas freguesias de Famalicão, Pederneira e Valado.

Começam, contudo, por essa altura, as tentativas de transferir o concelho da Pederneira para a Praia da Nazareth, onde se havia instalado, desde a altura da sua restauração, a sua sede.

É, depois, com a transferência dos serviços camarários para a Praia, que se inicia a “luta” para a mudança do nome do concelho de Pederneira para Nazareth. A 18 de dezembro de 1912 é “aprovado na Câmara dos Senadores, o projeto de lei, que manda chamar concelho da Nazareth ao da Pederneira”. A 21 de dezembro desse mesmo ano por “decreto de hoje, a publicar no Diário do Governo, do dia 21, o Concelho da Pederneira passa a denominar-se da Nazaré”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Histórias Felizes na Biblioteca Municipal José Soares

“Histórias Felizes”, livro escrito por Susana Figueira com ilustração de Tatiana Dolgova, foi apresentado aos leitores, no passado sábado, dia 2 de março, no auditório da Biblioteca Municipal José Soares, na Nazaré. Publicado em dezembro de 2023, pela Flamingo...

prof susana

Cistermúsica Sacra decorre em Alcobaça de 16 a 31 de março

A segunda edição do Cistermúsica Sacra vai realizar-se em Alcobaça, de 16 a 31 de março, dedicada ao tema: “A Música Coral no Mosteiro de Alcobaça”, com direção artística de Pedro Teixeira e Tiago Morin. O evento destina-se a dois grupos com currículos e contextos...

“O Segredo da Lagoa Escura” Nuno Matos Valente vence Prémio Nacional

A obra “O Segredo da Lagoa Escura”, da autoria do escritor Nuno Matos Valente, residente em Alcobaça, foi a grande vencedora da 2.ª edição do Prémio Nacional Literário João de Deus (PNLJD), dedicada à literatura infantil e juvenil. A iniciativa é promovida pelo...

nuno matos valente