Q

Previsão do tempo

17° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 24° C
  • Sunday 21° C
17° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C
17° C
  • Friday 30° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 25° C

Alcobaça mantém população estudantil

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Cerca de 8500 alunos inscreveram-se no novo ano lectivo no 1º, 2º e 3º ciclos e ensino secundário no concelho de Alcobaça. O Agrupamento Escolar de Cister arrancou o ano letivo com 4200 alunos e as restantes escolas no concelho. Já o Externato Cooperativo da Benedita, instituição de ensino privada, iniciou o novo ano com 1300 alunos.

A grande alteração deste novo ano letivo prende-se com a criação de um “mega-agrupamento”, um termo que não agrada ao presidente do executivo camarário, Paulo Inácio.

O edil sustenta que se não se tivesse incluído as escolas de Pataias no agrupamento de Alcobaça, haveria uma grande probabilidade de os alunos do norte do concelho continuarem o ensino secundário nos concelhos vizinhos da Nazaré e Marinha Grande.

“Em anos letivos anteriores, a média de jovens de Pataias que ingressava no ensino secundário em Alcobaça não ultrapassava as cinco matrículas, mas com a fusão das escolas no mesmo agrupamento, o número subiu este ano para 30”, disse o autarca.

Gaspar Vaz, diretor da Escola Secundária Dona Inês de Castro em Alcobaça (ESDICA) e o presidente do maior agrupamento do concelho, tem as “melhores expetativas” para o novo ano escolar, apesar de reconhecer dificuldades na gestão de quase 4200 alunos.

Da parte dos professores de Pataias, o presidente do agrupamento nota uma “vontade grande em entrarem na dinâmica de ensino de Alcobaça”, o que o deixa ainda mais confiante sobre o funcionamento e articulação do agrupamento.

Quanto à colocação de professores, Gaspar Vaz constatou haver este ano uma diminuição, ao ponto das verbas para as remunerações terem descido cerca de 100 mil euros por mês.

Registou-se, também, uma diminuição dos funcionários não docentes, nomeadamente os administrativos, que foram colocados noutras escolas, tendo em conta que a gestão administrativa das escolas de Alcobaça e de Pataias passou a ser a mesma, não havendo, por isso, necessidade de tantos recursos humanos nesta área.

Em termos de novos estabelecimentos de ensino, no concelho de Alcobaça, a Escola Básica de Aljubarrota iniciou este ano letivo com a ampliação totalmente concluída, depois de cerca de ano e meio de obras. A escola até esteve para ser inaugurada pelo primeiro-ministro, que anunciou a sua vinda a Alcobaça, mas 24 horas depois desmarcou Passos Coelho o compromisso.

Questionado sobre se a autarquia irá realizar uma cerimónia inaugural, Paulo Inácio respondeu que isso “não é o mais importante”.

“O que verdadeiramente importa é que exista escolas em condições para alunos e professores e não uma festa de inauguração”, referiu o autarca.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Câmara disponibiliza acesso gratuito à Escola Virtual

O Município do Nazaré irá disponibilizar já a partir deste ano letivo o acesso gratuito à plataforma digital da Escola Virtual a todos os alunos do 4º ano do 1.ºciclo e a todos dos 5ºs e 6ºs anos do 2.º ciclo do Agrupamento de Escolas da Nazaré. O acesso poderá vir...

Gala 30 Anos Jornal das Caldas

A noite de hoje é de festa! Assista em direto à Gala dos 30 anos do Jornal das Caldas, a partir das 20h30.

gala 30anos jornal caldas