Q

Previsão do tempo

7° C
  • Tuesday 11° C
  • Wednesday 12° C
  • Thursday 13° C
7° C
  • Tuesday 13° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C
7° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 13° C
  • Thursday 14° C

Regeneração Urbana de Alcobaça é mal vista

Paulo Alexandre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
A regeneração urbana de Alcobaça continua a levar críticas da parte de comerciantes e moradores.

O presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio, reconhece que o momento económico que se vive pelo país, e no concelho, indica que há outras prioridades, mas esclarece que houve necessidade de aproveitar a ocasião, afirmando que “não se podiam perder todas as verbas que tínhamos relativamente aos fundos comunitários”.

“Já havia relações contratuais muito antes da lei dos compromissos e do acentuar de toda a crise”, frisou.

A obra em curso em algumas artérias da cidade, junto da Câmara e Tribunal, pretende resolver questões de saneamento, segurança da escadaria e despoluição do rio Alcoa.

“Como se trata de regeneração urbana, também tínhamos que dar um lifting à superfície” explicou Paulo Inácio, acrescentando que a a intervenção irá minimizar riscos de cheias nas artérias da cidade que se encontrem mais próximas do Rio Alcoa, em particular a Rua Dr. Brilhante, bem como reduzir a poluição no Rio Alcoa.

As condutas que vêm da Rua de Olivença terminam na zona baixa da cidade, escoando directamente para o Rio Alcoa. “Quando chove com maior intensidade, a acumulação de águas pluviais no interior das condutas, aumenta o risco de cheias no centro da cidade”.

As escadarias do Tribunal Judicial de Alcobaça e o alargamento do passeio na rua Eduíno Borges Garcia, os jardins dos Paços do Concelho e os que circundam a Praça João de Deus Ramos são alguns dos alvos da requalificação com esta empreitada.

“Os espaços verdes, situados em frente ao Jardim-Escola, requalificados há 10 anos, até poderiam continuar como estão, mas como o propósito é dotar este espaço público de uma nova imagem, assim como de novos equipamentos de lazer, a autarquia decidiu encetar um projeto que abrangesse toda a zona situada entre o Tribunal, os Paços do Concelho e o Mercado Municipal”.

Dotar aquele jardim de um pequeno bar e uma livraria e intervencionar o anfiteatro inserido no jardim do tribunal são outras das etapas deste projecto de Regeneração Urbana da zona da Gafa.

As obras estão orçadas em cerca de 1,5 milhão de euros, 80% dos quais suportados por fundos comunitários. A Câmara de Alcobaça deve contribuir com cerca de duzentos mil euros.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Câmara Municipal prepara novos perímetros de rega no concelho

Um ano após a inauguração da requalificação e modernização do Aproveitamento Hidroagrícola da Cela, a Ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes regressou, no passado dia 28 de novembro, à Associação dos Beneficiários da Cela, para abrir as XIII...

rega