Q

Previsão do tempo

17° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 22° C
  • Wednesday 24° C
18° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 28° C
18° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 29° C

Julgamento de alegado membro da ETA prossegue a 3 e 4 de Outubro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O julgamento de Andoni Fernandez, alegado elemento da ETA, vai continuar no Tribunal das Caldas da Rainha nos dias 3 e 4 de Outubro, devido à dezena e meia de testemunhas ainda por ouvir, depois de nas primeiras duas audiências terem sido prestadas mais de duas dezenas de depoimentos. O advogado de defesa insistiu no […]

O julgamento de Andoni Fernandez, alegado elemento da ETA, vai continuar no Tribunal das Caldas da Rainha nos dias 3 e 4 de Outubro, devido à dezena e meia de testemunhas ainda por ouvir, depois de nas primeiras duas audiências terem sido prestadas mais de duas dezenas de depoimentos. O advogado de defesa insistiu no que considerou ser “uma contradição” do agente policial, que durante a fase de inquérito disse ter dificuldade em identificar Andoni Fernandez, referindo que “quase nem o viu, não sendo capaz de o descrever” e na sessão de julgamento procedeu ao reconhecimento do alegado membro da ETA, considerando estar “mais magro” e ser “em princípio” a pessoa que residiu na vivenda. O defensor pediu a confrontação da testemunha com as declarações anteriores e no final da primeira sessão manifestou que “as declarações prestadas por essa testemunha revelam patentes contradições e são passíveis de consubstanciarem a prática de crime de falsidade de depoimento”. José Galamba também apontou contradições noutros depoimentos, mas nem o Ministério Público nem o colectivo de juízes deram provimento. Noutra ocasião, ao tentar deslocar um armário que estava no quarto, um dos bascos “disse em voz alterada para não mexer”, acabando o móvel por aparecer noutro local selado com fita adesiva. “Na garagem [onde foram descobertos bidões com tonelada e meia de explosivos] estávamos sempre acompanhados. Pareciam desconfiados”, descreveu. Mas a falta de memória não ficou por aqui. Outra testemunha, Luís Pereira, morador no Bairro das Morenas, onde junto à sua propriedade ficou atolada a viatura que terá sido utilizada pelos dois bascos para fugir a uma operação Stop da GNR, afirmou que a chapa de matrícula do carro foi descoberta pela PJ, quando tinha sido um amigo seu da GNR de São Martinho do Porto, acompanhado do irmão, que a encontrou no meio de canas. Ambos vão ser convocados para prestar declarações, após requerimento do advogado de defesa. “Apertado” pela PJ O advogado de defesa requereu que fosse extraída certidão destas declarações para serem remetidas ao Ministério Público, contudo, o procurador Rodrigues Taxa fez notar que “a parte onde existem frases ou palavras riscadas é perfeitamente visível e todas as páginas se encontram devidamente assinadas pela testemunha em causa, o que significa que na altura concordou com o que estava escrito, pelo que não vejo razão para entrega de certidão ao Ministério Público”. O colectivo de juízes concordou com o Ministério Público. O tribunal esteve rodeado de excepcionais medidas de segurança, numa operação com elementos do GISP e da Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Contra-Terrorismo, e agentes da PSP. O presidente da Câmara, Fernando Costa, defendeu a criação de um tribunal próprio para julgamentos que exigem fortes medidas de segurança, sustentando que o julgamento prejudicou a actividade da cidade.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Apreensão de 710 quilos de pescada subdimensionada

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré, no dia 10 de maio, apreendeu 710 quilos de pescada subdimensionada, na Nazaré. No âmbito de uma ação de fiscalização destinada ao controlo das regras de captura,...

pescada

Mulher detida por roubar idoso com 86 anos na Nazaré

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve mais uma pessoa suspeita de assaltar um idoso com 86 anos na Nazaré. Em comunicado, a PSP adianta que, no âmbito de uma investigação de roubo agravado, na qual já tinham sido detidas outras quatro pessoas no início do...

policia