Q

Previsão do tempo

17° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 30° C
18° C
  • Wednesday 29° C
  • Thursday 34° C
  • Friday 37° C
18° C
  • Wednesday 31° C
  • Thursday 34° C
  • Friday 37° C

Gonçalves Sapinho, ex-presidente da Câmara de Alcobaça, morreu aos 73 anos

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo Alexandre O ex-presidente da Câmara de Alcobaça, José Gonçalves Sapinho, morreu na passada sexta-feira de manhã, vítima de complicações respiratórias. O advogado estava hospitalizado no Hospital CUF, em Lisboa, devido a problemas pulmonares, tendo falecido no final da semana passada. Gonçalves Sapinho, de 73 anos, sofria de problemas de saúde há vários anos, que […]

Paulo Alexandre O ex-presidente da Câmara de Alcobaça, José Gonçalves Sapinho, morreu na passada sexta-feira de manhã, vítima de complicações respiratórias. O advogado estava hospitalizado no Hospital CUF, em Lisboa, devido a problemas pulmonares, tendo falecido no final da semana passada. Gonçalves Sapinho, de 73 anos, sofria de problemas de saúde há vários anos, que estiveram na base da sua não recandidatura à presidência da Câmara de Alcobaça (CMA) nas autárquicas de 2009. Várias centenas de pessoas, entre presidentes de Câmara e vereadores da região, dirigentes das estruturas politicas distritais e nacionais, o procurador-geral da República, Fernando Pinto Monteiro, populares, familiares e amigos, acompanharam as cerimónias fúnebres do ex-autarca, ex-deputado na Assembleia da República, professor do Externato Cooperativo da Benedita. O corpo do advogado, autarca, professor e dirigente associativo chegou sexta-feira, às 19h00, à Igreja da Benedita, onde decorreu, às 19h30, Missa na Igreja local, de onde saiu para o Centro Cultural da Benedita, onde ficou em câmara ardente. No sábado, o corpo de Gonçalves Sapinho foi transportado para Alcobaça, onde se realizou uma cerimónia em frente à Câmara Municipal, pelas 16h30, seguindo-se uma missa, na Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, e a partida do corpo para S. Martinho do Porto, vila onde foi enterrado. Para Paulo Inácio (PSD), que sucedeu a Gonçalves Sapinho na liderança da Câmara de Alcobaça, tratou-se de «um autarca que marcou a história do concelho de Alcobaça», tendo deixado o seu cunho pessoal em quase todos os cargos políticos do município. Da Assembleia de Freguesia da Benedita à Assembleia Municipal de Alcobaça, passando pela vereação na Câmara e terminando como presidente do executivo camarário, Gonçalves Sapinho deixou obra, nomeadamente com as requalificações, designadamente do Rossio. «A participação de Gonçalves Sapinho não se restringiu apenas à esfera política», lembra Paulo Inácio, acrescentando que «também as áreas sociais e culturais conheceram o cunho pessoal» do ex-autarca, natural do Sabugal, mas residente na Benedita desde que foi colocado como professor no Externato Cooperativo, instituição que viria a dirigir, numa relação laboral que durou 32 anos. Entre as várias obras que marcaram a sua passagem pela presidência do Município, há a destacar as requalificações urbanas em Alcobaça, São Martinho do Porto e Paredes de Vitória, a VCI, as Piscinas Municipais da Benedita e de Pataias, entre muitas outras obras. Instado a comentar o desaparecimento do anterior presidente da Câmara, Rogério Raimundo, vereador da CDU que acompanhou na oposição os cerca de 12 anos de mandato de Gonçalves Sapinho, diz que nesta altura apenas «há que lamentar o falecimento do ex-autarca e endereçar os pêsames à família». Já Acácio Barbosa, actual vereador socialista no executivo camarário, diz que «Gonçalves Sapinho foi um adversário que deixou saudades, por causa das suas qualidades humanas e políticas e que a relação entre ambos sempre pautou pela cordialidade». Também o Partido Social-democrata de Leiria falou do desaparecimento José Gonçalves Sapinho que classificou como uma “perda irreparável de um grande vulto da democracia e da nossa vida pública”. Em comunicado, a Distrital fala no sentimento de “enorme consternação e pesar” pelo desaparecimento de Gonçalves Sapinho.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo

Apreensão de 710 quilos de pescada subdimensionada

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré, no dia 10 de maio, apreendeu 710 quilos de pescada subdimensionada, na Nazaré. No âmbito de uma ação de fiscalização destinada ao controlo das regras de captura,...

pescada