Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 19° C
19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 22° C
21° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 21° C
[speaker]
[speaker]

Banco Alimentar recolheumais de dez toneladas de alimentos na Nazaré

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Banco Alimentar bateu recorde na recolha de alimentos Região do Oeste ofereceu quase 100 toneladas Tânia Rocha O Banco Alimentar fez uma campanha de recolha de alimentos, a nível nacional, nos passados dias 27 e 28 de Novembro. Na Região Oeste, a campanha esteve presente em várias superfícies comerciais nos concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas […]

Banco Alimentar bateu recorde na recolha de alimentos Região do Oeste ofereceu quase 100 toneladas Tânia Rocha O Banco Alimentar fez uma campanha de recolha de alimentos, a nível nacional, nos passados dias 27 e 28 de Novembro. Na Região Oeste, a campanha esteve presente em várias superfícies comerciais nos concelhos de Alcobaça, Bombarral, Caldas da Rainha, Lourinhã, Nazaré, Óbidos e Peniche. Na totalidade, o BAO (Banco Alimentar do Oeste) recolheu mais de 96 mil quilos, somando, assim, o maior número de quilos de alimentos recolhidos desde que iniciou a sua actividade. Segundo a nota de imprensa do BAO, este ano “houve um acréscimo de 17% , face à campanha realizada em Novembro do ano passado”. Além de ser um “acréscimo significativo”, o BAO considera que este número revela ainda, não só “o estreitar dos laços de solidariedade por parte da nossa comunidade face às situações de pobreza e de dificuldade com que nos confrontamos”, como também representa a consciencialização das pessoas do “actual contexto de crise”.

Estes resultados foram obtidos, não só graças à generosidade de todos os que doaram bens alimentares”, como também aos cerca de 1500 voluntários que estiveram presentes nas superfícies comerciais dos sete concelhos. Porém, o BAO agradece também “às superfícies comerciais que autorizaram a recolha de alimentos e às numerosas instituições e empresas que, de diversas formas, colaboraram em mais esta acção”. Além da recolha nos supermercados, o BAO esteve também presente em diversas freguesias rurais, como Santa Catarina, Foz do Arelho, Vimeiro (de Alcobaça), Maiorga, Cós, Bárrio, Mercado do Bombarral, Reguengo Grande, Moita dos Ferreiros, Ribamar, Vimeiro (Lourinhã), Atalaia, Serra D’EL Rei, Atouguia da Baleia, Valado dos Frades e Famalicão da Nazaré. No total, nestas localidades foram recolhidos cerca de nove mil quilos de bens alimentares. Os alimentos doados, assim como os excedentes alimentares recolhidos diariamente junto de produtores e comerciantes vão ser distribuídos pelos mais carenciados, por intermédio de grupos de cidadãos ou instituições de solidariedade social activos na comunidade. De acordo com o BAO, “trata-se de um elo importante na luta contra a fome e contra a exclusão social”. Em termos de conclusão, o BAO afirma que “a combinação da solidariedade generosa dos portugueses e da eficácia comprovada da acção dos Bancos Alimentares Contra a Fome na tentativa de minorar aquelas carências demonstra que a sociedade civil se pode e deve substituir com vantagem ao Estado na resolução de alguns dos problemas com que se confrontam as sociedades modernas, promovendo a inclusão social com proximidade e afectividade”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Ampliaqua instala-se com inovação e investigação no Porto da Nazaré

A maior unidade de aquaponia do país que combina aquacultura e hidroponia livre de produtos químicos A AmpliAqua®️, uma empresa inovadora no campo da aquacultura, que combina aquacultura e hidroponia de forma sustentável, anunciou, em abril, a sua instalação no...

Ampliaqua