Q

Previsão do tempo

14° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 26° C
14° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C
14° C
  • Friday 21° C
  • Saturday 25° C
  • Sunday 29° C

Hospital Oeste Norte ou ampliação do Hospital das Caldas?

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Reaberto o debate Carlos Barroso Num debate que supostamente serviria para esclarecer se a população pretendia um Hospital Novo ou a ampliação do actual, a sociedade civil não apareceu como era esperado e os intervenientes apresentaram argumentos para ambas as soluções sem que saísse uma posição conjunta. A pessoa que acabou por ser mais esclarecedora […]
Hospital Oeste Norte ou ampliação do Hospital das Caldas?

Reaberto o debate Carlos Barroso Num debate que supostamente serviria para esclarecer se a população pretendia um Hospital Novo ou a ampliação do actual, a sociedade civil não apareceu como era esperado e os intervenientes apresentaram argumentos para ambas as soluções sem que saísse uma posição conjunta. A pessoa que acabou por ser mais esclarecedora e que acabou por fazer um resumo do debate foi Luís Ribeiro, presidente da mesa da Assembleia Municipal que vincou exactamente a ausência de população num debate destinado aos mesmos.

“Tenho pena que aqueles que mais mereciam pelos cuidados prestados no Hospital não estejam aqui em peso e estejam aqui alguns grupos de médicos, políticos, mas os utentes não estão aqui em força. Era destes que deveríamos ouvir as opiniões para não se criar aqui capelinhas”, disse. Luís Ribeiro constatou também das intervenções de José Marques Serralheiro a favor de um hospital novo, de Mário Gonçalves a favor da ampliação das actuais instalações, mas confessou não estar esclarecido de ambas as posições. “Há dez anos atrás ninguém falava de um Hospital novo. Antes falava-se na ampliação do actual hospital e gastou-se uma enormidade de dinheiro. Mas há muitos anos que oiço o Dr. José Marques Serralheiro a defender a construção de um Hospital novo. Eu também gostava de ter um hospital novo assim como muitas coisas boas para as Caldas. Mas continuo a não perceber em confronto com a construção de um hospital novo, se vai ou não vai responder às necessidades da população da região. Isso iria ajudar-nos a compreender se devemos continuar a insistir num Hospital novo ou se podemos aproveitar o hospital actual e seguir o caminho que há muitos anos começamos a trilhar. Eu não saio daqui esclarecido”, afirmou. Durante este debate organizado pelo Conselho da Cidade e que teve lugar no CCC, assistiu-se também a posições de antigos directores do Centro Hospitalar que apresentaram aquilo que fizeram, tendo o actual não se pronunciado sobre ambas as posições apresentadas e que há muito se debatem. Da parte de alguns clínicos presentes, foi notória a intenção de quererem um Hospital novo em vez da ampliação, mas enquanto duraram as intervenções nenhum tomou posição firme nesse sentido, preferindo no final abordar em grupos essa posição. Recorde-se apenas que em 2003 esteve quase para arrancar a segunda fase de ampliação, com verba inscrita em PIDDAC, mas devido à intenção de se querer uma nova unidade para o Oeste, este projecto foi retirado das opções governamentais. Devido a esta indefinição por parte de quem a representa a população, o Oeste norte ainda não tem a segunda fase de ampliação do Hospital Distrital e poderá agora perder uma nova unidade que os clínicos e a população pretendem, mas que a comunidade governamental não consegue defender e tomar uma posição, optando pela indefinição e como tal o Governo vai adiando e até esquecendo os problemas de rotura nos cuidados de saúde das Caldas e na região do Oeste norte.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

Marcha do Orgulho com mais de 300 participantes

Realizou-se nas Caldas da Rainha, no dia 26 de junho, uma marcha em defesa da comunidade lésbica, gay, bissexual, transgénero e outras orientações de género, com mais de três centenas de manifestantes a rejeitarem serem discriminados e a reclamarem por condições...

marcha1