Q

Previsão do tempo

18° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 18° C
  • Sunday 19° C
19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 22° C
21° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 21° C
[speaker]
[speaker]

Armazém das Artes inaugura várias exposiçõesno dia 27 de Novembro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Rogério Ribeiro, Alberto Carneiro e José Aurélio são os artistas em destaque David Mariano O Armazém das Artes – Fundação Cultural em Alcobaça vai inaugurar no próximo dia 27 de Novembro, sábado, pelas 16h, um conjunto de exposições da autoria de artistas como Rogério Ribeiro, Alberto Carneiro e José Aurélio (escultor, fundador e director do […]

Rogério Ribeiro, Alberto Carneiro e José Aurélio são os artistas em destaque David Mariano O Armazém das Artes – Fundação Cultural em Alcobaça vai inaugurar no próximo dia 27 de Novembro, sábado, pelas 16h, um conjunto de exposições da autoria de artistas como Rogério Ribeiro, Alberto Carneiro e José Aurélio (escultor, fundador e director do próprio espaço cultural), além da abertura de um Núcleo Museológico, composto por torno do acervo. Do pintor Rogério Ribeiro (1930 – 2008) vamos ter oportunidade de ver “Pintura e Desenho”, numa mostra de trabalhos que mostram a qualidade e a obra de um artista que ficou conhecido por ter convivido com outros autores como Alves Redol, Júlio Pomar, Cipriano Dourado ou António Alfredo e por ter desenvolvido uma consciência da função social da que o levou a dedicar-se a diversas modalidades artísticas, como a cerâmica, a tapeçaria e a azulejaria, o design gráfico e de equipamento colaborando com diversos arquitectos, quer na integração de materiais, estudos de cor ou trabalhos de integração artística.

Quanto a Alberto Carneiro, apresenta “Escultura e Desenho”, sendo a sua obra conhecida por suscitar uma reflexão particular sobre a condição da arte enquanto criação de uma evidência da natureza na construção da relação humana com o mundo; o trabalho do artista normalmente releva da acção do corpo sobre a matéria, reinventando os sentidos possíveis de uma apropriação e transformação do natural pelo humano, e cujo processo reitera a consciência da arte e da criação como um programa de interpretação do mundo. Já José Aurélio, escultor alcobacense a viver e a trabalhar no concelho, expõe “Siglas do Moseiro”; o artista é conhecido por trabalhar materiais como pedra, madeira e bronze, obedecendo a uma estética minimalista e geométrica. Em 2006 foi agraciado com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique pelo Presidente da República.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Banda Ya Voltagem anuncia Lançamento de Novo Single “Faz de Conta”

A banda de pop eletrónico Ya Voltagem anunciou a primeira e mais recente criação com o lançamento do novo single “Faz de Conta” para meados de maio. Faz de Conta gira em torno de uma história que retrata a incapacidade de amar por parte de duas pessoas “por não...

banda

Inaugurado o Museu das Máquinas Falantes

O Museu das Máquinas Falantes é, porventura, o mais recente projeto museológico português dedicado ao património sonoro, das telecomunicações e da radiodifusão. Inaugurado a 25 de abril de 2024, o Município de Alcobaça tornou pública e acessível uma fabulosa...

museu

Memórias e reflexões de Laborinho Lúcio no livro “A Vida na Selva”

"A Vida na Selva", uma viagem às memórias e histórias de Álvaro Laborinho Lúcio, que se confundem por entre lembranças de infância e palestras de autor, depois de uma carreira dedicada à magistratura e à política, foi apresentado, no passado sábado, dia 06 de...

laborinho