Q

Previsão do tempo

17° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 26° C
  • Wednesday 25° C
17° C
  • Monday 27° C
  • Tuesday 31° C
  • Wednesday 30° C
16° C
  • Monday 29° C
  • Tuesday 32° C
  • Wednesday 32° C

Derrama mais pesadapara empresas com muito lucro

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo Alexandre A Câmara Municipal de Alcobaça (CMA) aumentou a derrama para as empresas que tenham lucros acima dos 150 mil euros. Paulo Inácio diz tratar-se de uma “discriminação positiva”, lembrando que o seu executivo decidiu baixar, em contrapartida, a derrama para quem tenha declarado lucros inferiores aos 150 mil euros. Estas alterações traduzem-se numa […]

Paulo Alexandre A Câmara Municipal de Alcobaça (CMA) aumentou a derrama para as empresas que tenham lucros acima dos 150 mil euros. Paulo Inácio diz tratar-se de uma “discriminação positiva”, lembrando que o seu executivo decidiu baixar, em contrapartida, a derrama para quem tenha declarado lucros inferiores aos 150 mil euros. Estas alterações traduzem-se numa subida de 1,2% para 1,3 pontos percentuais das receitas do imposto para 2011, no caso das empresas que tenham lucros acima de 150 mil euros, e uma descida de 1,2 para 1% , no caso das empresas cujos lucros não superem o valor fronteira definido pela autarquia de Alcobaça.

Paulo Inácio justifica esta “discriminação positiva” com o facto das pequenas e médias empresas não apresentarem lucros anuais superiores a 150 mil euros, ao contrário das grandes empresas, como as superfícies comerciais ou os bancos, que operam no concelho. Esta proposta obteve o voto favorável do vereador da CDU, apesar do vereador Rogério Raimundo considerar que o executivo poderia “ter aplicado a taxa máxima da Derrama (1,5% ) para as empresas que têm lucros superiores aos 150 mil euros”.

Já o PS manifestou opinião contrária. Os vereadores socialistas defenderam que o município cobrasse apenas 1% para todas as empresas, mostrando, deste modo, sinais de incentivo à instalação de mais indústria para o concelho de Alcobaça.

Quanto à variável do IRS a cobrar em 2011, a autarquia decidiu manter os 5% que está este ano a cobrar aos alcobacenses. Sobre este ponto, PS e CDU votaram contra. O PS entende que se deveria descer a cobrança para os 3% , dando assim mais argumentos para o concelho atrair novos habitantes, ao passado que a CDU voltou a manifestar-se contra cobrança deste imposto, quer a nível local, quer a nível nacional.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

Oposição unida contra alteração ao Regimento da Assembleia Municipal

A alteração ao Regimento da Assembleia Municipal da Nazaré que estipula o tempo atribuído a cada um dos eleitos gerou controvérsia e precisou do voto de qualidade do presidente daquele órgão para ser aprovado. PSD, CDU e Bloco de Esquerda votaram contra a proposta...

cmn