Q

Previsão do tempo

17° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 21° C
17° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 23° C
  • Friday 25° C
17° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 26° C

Moradores descontentescom sinalização da Variante à Nazaré

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Tânia Rocha Os moradores do Rio Novo, na Nazaré, estão descontentes com a construção e respectiva sinalização do acesso ao IC9 e à Variante da Nazaré na zona da Cooperativa, Rio Novo, e alertam para o perigo de acidente. Alguns moradores já reclamaram junto da autarquia, que, por sua vez, já deliberou a solicitação de […]
Moradores descontentes<br>com sinalização da Variante à Nazaré

Tânia Rocha Os moradores do Rio Novo, na Nazaré, estão descontentes com a construção e respectiva sinalização do acesso ao IC9 e à Variante da Nazaré na zona da Cooperativa, Rio Novo, e alertam para o perigo de acidente. Alguns moradores já reclamaram junto da autarquia, que, por sua vez, já deliberou a solicitação de uma reunião ao Consórcio Litoral Oeste Concessões para a procura de soluções, não só para aquela zona, como também para a zona sul da obra, perto da Ponte da Barca. Este acesso ainda se encontra em fase de construção, mas já transtorna os moradores pela saída e entrada de viaturas ao serviço ou de condutores que não se apercebem que a estrada ainda não está em funcionamento.

Junto à Avenida de Badajoz, no Rio Novo, foi construída uma rotunda na Variante, com duas saídas e duas entradas para essa zona urbana, com cerca de 50 metros de distância. Como a construção está presentemente, quem sai da variante tem prioridade em relação aos condutores que circulam na Avenida, além de não haver ainda qualquer sinalização de limite de velocidade. Os moradores, além de se queixarem das regras de trânsito e da construção dos dois ramais de acesso com saída e entrada, alertam para vários perigos rodoviários. Quem sai pela saída norte é obrigado a circular para a direita, e quem opta por sair a sul, deve ir para a esquerda, apesar de a saída não ter nenhum sinal de proibição de virar à direita. O Região da Nazaré recolheu opiniões no local de alguns moradores. Todos acham que a sinalização e a construção dos ramais de acesso não está feita da melhor maneira e sugerem algumas soluções para minimizar possíveis acidentes que possam ocorrer. Dizem que “está mal a saída sem controlo de velocidade”, além de acrescentarem que a lógica seria “haver só uma entrada a sul e uma saída a norte, e não entrada e saída nos dois sentidos”. Um dos moradores, cuja habitação se situa mesmo em frente a um desses ramais, Victor Zabumba, vê-se obrigado a tapar a saída sul da variante quando quer tirar o carro da garagem e circular rumo a norte, uma vez que ocupa a faixa de rodagem da direita. Ao fazer essa manobra, se vier ao mesmo tempo um carro a sair da Variante, há o grave risco de acidente, uma vez que esse veículo não tem obrigatoriedade de parar nem é obrigado a respeitar um limite de velocidade. A ilustração desta situação está representa na foto. Quem sai pela saída a norte não pode virar à esquerda, contudo existe nesse local uma placa que indica o “Sítio” para o lado aposto, direccionada aos condutores que circulam na Avenida. Contudo, os moradores acham que “as placas estão a induzir as pessoas em erro. Esta placa não tem qualquer sentido”. Outra moradora, Maria Pinto, refere que a Avenida de Badajoz “é uma estrada principal” e por isso, “não faz sentido perder-se a prioridade”. Salienta que vai ser prejudicada no estacionamento à sua porta, alerta para o excesso de velocidade daquela zona e também refere que “há falta de passadeiras” nessa avenida. A colocação de semáforos, placas de limite de velocidade e um stop da saída sul são algumas das sugestões dos moradores, que poderiam reduzir danos futuros. Contudo, a melhor solução para eles seria haver apenas uma saída e uma entrada. Maria Lurdes alertou ainda para a urgência na mudança desta situação, “espero que tenham bom senso para mudar isto, antes que aconteça aqui alguma tragédia”. Para Idalina Ferreira, a solução também seria haver somente uma “entrada e uma saída”, mas acrescenta também que “um stop para obrigar a parar quem vem da rotunda, resolvia o problema”. A reclamação de Victor Zabumba foi um assunto que fez parte de uma informação introduzida na ordem de trabalhos da última reunião de Câmara, realizada na passada segunda-feira, dia 20 de Setembro. A informação técnica sobre esta e outras questões da Variante levaram o executivo a solicitar uma reunião com o Consórcio Litoral Oeste Concessões (LOC), com vista à solução desta e de outras questões que estão a ser identificadas no decorrer da obra. A autarquia pede ao Consórcio a “correcção da inclinação do talude do lado esquerdo no acesso à rotunda junto à Ponte da Barca e dos pavimentos da Avenida de Badajoz, Rua Almada Negreiros e da Estrada Municipal que liga a Ponte da Barca à EN 8-5, vias utilizadas como passagem dos camiões para as obras”, assim como “o reforço da sinalização na Avenida de Badajoz, no acesso ao IC9 e à Variante da Nazaré”. Em comunicado de imprensa, a Câmara refere que as intervenções solicitadas prendem-se com “a necessidade de se acautelarem os interesses dos munícipes e da autarquia ao nível da segurança rodoviária”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Mário Cerol assumiu o Comando dos Bombeiros Voluntários da Nazaré

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Nazaré tomou posse do cargo, no passado dia 25 de abril, uma cerimónia que contou com a presença da população e das entidades convidadas. Mário Cerol falou em compromisso, responsabilidade e em gratidão pelo convite...

mario cerol

IPSS’s de Alcobaça e Nazaré recebem 17 viaturas

A cerimónia de assinatura do protocolo, no âmbito da candidatura “Mobilidade Verde - Carros Elétricos para Instituições Particulares de Solidariedade Social com Serviço de Apoio Domiciliário a Idosos”, teve lugar no passado dia 29 de maio, no Cineteatro de Porto de...

anexo sem nome 00056