Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 29° C
18° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 35° C
18° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 33° C

“Projecto Mais” cria bolsa de empresaspara promover responsabilidade social

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Tânia Rocha O projecto “Mais Participação, Mais Cidadania, Mais Desenvolvimento”, inserido no programa dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social de Alcobaça – Nazaré, do Centro Social de Valado dos Frades, está a promover a criação de uma bolsa interconcelhia de empresas, com o objectivo de “criar e melhorar o conceito de responsabilidade social, nas empresas […]

Tânia Rocha O projecto “Mais Participação, Mais Cidadania, Mais Desenvolvimento”, inserido no programa dos Contratos Locais de Desenvolvimento Social de Alcobaça – Nazaré, do Centro Social de Valado dos Frades, está a promover a criação de uma bolsa interconcelhia de empresas, com o objectivo de “criar e melhorar o conceito de responsabilidade social, nas empresas dos concelhos de Alcobaça e Nazaré”. Através da bolsa de empresas, o Projecto Mais, criado há alguns meses, pretende “ajudar a criar os mecanismos que num futuro próximo ajudarão a aproximar a comunidade ao mundo empresarial, ou numa outra perspectiva, irão ligar a rede social à rede empresarial, num processo de benefícios mútuos”, segundo a informação enviada pela entidade. Esta iniciativa tem como lema “uma empresa responsável é uma empresa com os olhos postos num futuro com maior sustentabilidade social”.

Nesta bolsa de empresas devem estar inseridas as maiores organizações dos concelhos de Nazaré e Alcobaça, assim como algumas empresas nacionais, que estarão presentes “como referência a seguir”, pois já têm os “fundamentos de responsabilidade social profundamente enraizados”. No âmbito deste projecto vão ser realizadas algumas acções/workshops. De acordo com o gestor do projecto “Mais Participação, Mais Cidadania, Mais Desenvolvimento”, José Adolfo, “nenhum empresário deverá ficar indiferente a esta iniciativa, pois trata-se de uma forma orientada e sem custos, de passar a ter na linguagem corrente o termo “responsabilidade social”, criando melhores condições para a sua própria sustentação futura”. A equipa do projecto considera que “a sustentabilidade económica-financeira, aliada à sustentabilidade social, permite às organizações obter benefícios diversos, sendo um importante vector de diferenciação no mercado”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real