Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 20° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 29° C
18° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 35° C
18° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 33° C

“Mar e Terra”esteve na Casa da Câmara da Pederneira

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Exposição de Lourdes Coutinho Tânia Rocha “Mar e Terra” foi o título da exposição de pintura da nazarena Lourdes Coutinho que esteve patente na Casa da Câmara da Pederneira, de 17 a 29 de Agosto. Esta exposição, que partiu da iniciativa de Lourdes Coutinho, mais conhecida por Lourdes da Colónia, superou todas as expectativas da […]
“Mar e Terra”<br>esteve na Casa da Câmara da Pederneira

Exposição de Lourdes Coutinho Tânia Rocha “Mar e Terra” foi o título da exposição de pintura da nazarena Lourdes Coutinho que esteve patente na Casa da Câmara da Pederneira, de 17 a 29 de Agosto. Esta exposição, que partiu da iniciativa de Lourdes Coutinho, mais conhecida por Lourdes da Colónia, superou todas as expectativas da autora, tanto pelo número de visitas, como pela satisfação das pessoas que a foram conhecer. Composta por 43 obras, “Mar e Terra” quis retratar, essencialmente, a vida ligada ao mar e à agricultura, que caracterizam as raízes dos habitantes da Nazaré praia e dos habitantes da Pederneira. De acordo com a autora, “Mar” porque tem “muitas pinturas do mar da Nazaré”, e “Terra” porque a terra, a sua terra, estava mais ligada à agricultura.

Na sala de exposição, cedida pela Associação Recreativa Pederneirense, estava montado um cenário relacionado com essas duas actividades. Quem entrasse na sala tinha do seu lado esquerdo vários utensílios ligados à agricultura e do lado direito um pequeno areal com vários elementos ligados à pesca. Ao centro podia-se apreciar as obras da autora, todas relacionadas com a Nazaré, os seus modos de vida, tradições, costumes, paisagem e vivências de outras épocas, que a autora viveu e ainda se recorda. Lourdes Coutinho já fez várias exposições, individuais e colectivas, e decidiu organizar este ano uma na Pederneira, localidade onde vive, com o intuito de não só dar a conhecer o seu trabalho, como também para dinamizar o espaço da Casa da Câmara da Pederneira e “motivar as pessoas para outras áreas, para que possam surgir mais exposições e outras iniciativas”. Na sua opinião, “a Pederneira merecia mais destaque do que aquele que tem”, porque, relembra a autora, “foi aqui o berço da Nazaré”. Lourdes Coutinho começou a pintar em 2001. Depois de se reformar quis ter um “hobbie” e escolheu a pintura para ocupar o tempo livre. Nesse ano frequentou um atelier de pintura administrado por Maria Augusta Amor de Sousa, e mais tarde também aprendeu várias técnicas com outra professora, Isabel Carvalho. Lourdes afirma: “devo-lhes muito por todo o incentivo que me deram”. Porém, destaca, também, o apoio fundamental do seu marido para continuar esta actividade, assim como o seu olhar crítico e comentários às suas criações. Afirma que “só faço o que faço, porque tenho o homem que tenho”. Na última década, Lourdes Coutinho já criou mais de uma centena de quadros. A partir de qualquer fotografia, Lourdes Coutinho cria uma pintura. Passa os elementos da fotografia para a tela, por vezes acrescenta alguns para compor o cenário, e dá-lhes as cores que se recorda que existiam em determinada época. O marido de Lourdes, Amílcar, diz que vê as obras da sua esposa como “a reconstituição da sua infância”. “A minha terra é a minha fonte de inspiração”, remata e confirma a pintora. Em relação à exposição, apesar da falta de planeamento e divulgação com alguma antecedência, o número de visitas, segundo a autora, teve um “balanço muito positivo”, com mais adesão por parte das pessoas da terra, o que deixou a pintora nazarena “muito contente e satisfeita”. Durante o período de permanência da exposição surgiram ainda alguns convites para Lourdes expor noutros locais da região, além de ser também uma oportunidade para vender algumas obras. Contudo, quem não teve a oportunidade de conhecer o seu trabalho ou adquirir algum quadro, pode contactar a autora através do número: 961 262 865. Lourdes agradece à Junta de Freguesia da Nazaré, nas pessoas de Edmundo Eustáquio e Rogério Serrador, todo o apoio que foi prontamente prestado, assim como à Associação Recreativa Pederneirense pela cedência do espaço. Para a criação do cenário, também ficam os agradecimentos a Vítor Louraço, José Maria Alhada, tia Liziária e Lisete. Esta iniciativa foi uma organização da Junta de Freguesia da Nazaré com o apoio da Câmara Municipal.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real