Q

Previsão do tempo

18° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 30° C
18° C
  • Thursday 32° C
  • Friday 38° C
  • Saturday 38° C
19° C
  • Thursday 33° C
  • Friday 38° C
  • Saturday 38° C

Conselho de Administração já tomou posse

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Nazaré Qualifica Tânia Rocha O novo Conselho de Administração da empresa municipal “Nazaré Qualifica” tomou posse na passada quarta-feira, dia 10 de Fevereiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Luís Miguel Sousinha é o novo presidente da Nazaré Qualifica, com funções não executivas e não remuneradas, substituindo assim a vice-presidente da autarquia, Mafalda Tavares. […]
Conselho de Administração já tomou posse

Nazaré Qualifica

Tânia Rocha O novo Conselho de Administração da empresa municipal “Nazaré Qualifica” tomou posse na passada quarta-feira, dia 10 de Fevereiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Luís Miguel Sousinha é o novo presidente da Nazaré Qualifica, com funções não executivas e não remuneradas, substituindo assim a vice-presidente da autarquia, Mafalda Tavares. José Joaquim Pires substituiu Ricardo Gomes como segundo vogal não executivo, enquanto o gestor Pedro Pisco transitou da anterior administração, na qualidade de primeiro vogal executivo. Luís Miguel Sousinha foi presidente da Região de Turismo Leiria/Fátima, deputado municipal no mandato anterior, foi empresário no ramo hoteleiro, vereador da Câmara Municipal da Nazaré, entre outros cargos. Actualmente, é vice-presidente da Entidade de Turismo do Oeste e um dos administradores do Grupo Lena. Também José Joaquim Pires foi vereador da Câmara Municipal no anterior mandato e presidiu à Associação Comercial, Serviços e Indústria da Nazaré.

O cargo do presidente não é remunerado, o vencimento a auferir pelo primeiro vogal executivo é equivalente ao de um vereador a tempo inteiro, acrescido de despesas de representação, e o vencimento do vogal não executivo é o equivalente a um terço da remuneração estabelecida para o primeiro vogal executivo. Durante o acto de tomada de posse, o presidente da Câmara Municipal da Nazaré, Jorge Barroso, disse que a empresa municipal Nazaré Qualifica “tem vindo a desenvolver um trabalho com vista ao empreendedorismo no concelho da Nazaré, ao nível das actividades económicas e potencialidades”. Referiu também que o trabalho da Nazaré Qualifica vai continuar em duas áreas, nomeadamente, “área económica direccionada ao turismo e área económica direccionada à sustentabilidade e ambiente”. Para Miguel Sousinha esta empresa municipal “é um instrumento que a Câmara pode e deve utilizar no seu programa e desenvolvimento”, evidenciando alguns dos principais objectivos da Nazaré Qualifica. O novo presidente ainda realçou que “a empresa municipal não pretende substituir a Câmara, mas ser um parceiro do Município”. Sousinha estabeleceu cinco objectivos de actuação da Nazaré Qualifiva, designadamente: promoção do desenvolvimento económico; qualificação das pessoas; promoção da sustentabilidade e ambiente; apoio e consultadoria ao Município e gestão de equipamentos colectivos. Como objectivos prioritários, o novo presidente apontou o emprego qualificado e o desenvolvimento do concelho. Miguel Sousinha não quis comentar a polémica que se formou em torno da nomeação do conselho da administração da empresa. Afirmou ter sido ele a escolheu a nova equipa de trabalho e, em relação ao facto de não ter remuneração, apresentou alguns razões como: ter dito ao Grupo Lena que ele próprio não admitia receber algo por este cargo, acrescentou que, como não tem “100% do tempo” para dedicar à Nazaré Qualifica, não acha conveniente receber uma remuneração, e disse também que “se posso dar o meu contributo gratuitamente, tenho muito gosto em fazê-lo”, considerando este acto uma “retribuição pública” que dá ao seu concelho. Miguel Sousinha afirmou que a Nazaré Qualifica tem um “plano de actividades aberto que tem por objectivo desenvolver projectos que tornem a Nazaré num destino turístico ainda mais desenvolvido”. A empresa municipal “Nazaré Qualifica” tem por objecto, nos termos dos seus estatutos, “o apoio às actividades económicas do concelho através da elaboração de estudos, projectos, planeamento, certificação e prestação de consultoria, bem como o apoio a projectos inovadores e ambientalmente sustentáveis e, ainda, a promoção de eventos de carácter cultural, desportivo e recreativo que tenham impacto ao nível do desenvolvimento económico do concelho”.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo

Maçã de Alcobaça IGP não utiliza substâncias perigosas

A Associação de Produtores de Maça de Alcobaça - Indicação Geográfica Protegida veio a público esclarecer os consumidores sobre os produtos que utiliza na produção deste produto certificado, depois de uma notícia divulgada Pesticide Action Network. Um documento...

maca de alcobaca sustent