Q

Previsão do tempo

17° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C
18° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 27° C
18° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 29° C

Concurso Público dos Centros Escolareslevam a CDU a acusar PSD de “trapalhada”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Paulo Alexandre O concurso público para a construção dos Centros Escolares de Alfeizerão e Turquel, aprovado na última reunião de Câmara, levou o vereador da CDU, Rogério Raimundo, a acusar a maioria de andar a fazer “trapalhada”. Segundo o vereador, e candidato à presidência da Câmara Municipal nas eleições autárquicas de Outubro, “a acta aprovada […]
Concurso Público dos Centros Escolares<br>levam a CDU a acusar PSD de “trapalhada”

Paulo Alexandre O concurso público para a construção dos Centros Escolares de Alfeizerão e Turquel, aprovado na última reunião de Câmara, levou o vereador da CDU, Rogério Raimundo, a acusar a maioria de andar a fazer “trapalhada”. Segundo o vereador, e candidato à presidência da Câmara Municipal nas eleições autárquicas de Outubro, “a acta aprovada em reunião de Câmara, sobre os Concursos Públicos, é o relato de mais uma trapalhada de atrasos e confusão nos bastidores dos processos para a construção dos centros escolares de Turquel e Alfeizerão”.

Ainda de acordo com o vereador, depois de elaborada, “houve uma tentativa de anular a acta aprovada pelo júri e só passados três meses foi, definitivamente, aprovada”. Em resposta, o presidente da Câmara Municipal, Gonçalves Sapinho, afirma que são as “declarações de Rogério Raimundo que mostram que este está atrapalhado”, acrescentando que, quanto a isso, “nada pode fazer”. Na mesma reunião, o vereador da CDU votou contra o Contrato em que a Câmara aceita pagar à empresa Cister Equipamentos Educativos, responsável pela construção dos Centros Escolares de Alcobaça e da Benedita e pelo Pavilhão Gimnodesportivo de Évora, a empreitada. O motivo, alegou o vereador comunista, “são os 2,8 milhões de euros que a Câmara terá de pagar por ano, e durante os próximos 25 anos, por estes equipamentos educativos”. O vereador da oposição acrescenta que “é uma vergonha que as obras estejam a decorrer sem que o projecto e licenciamento tenham ido a reunião de Câmara”. Sobre esta acusação, Gonçalves Sapinho assegura que “todas as obras estão legalizadas” e a decorrer dentro de todos os trâmites legais.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Maçã de Alcobaça IGP não utiliza substâncias perigosas

A Associação de Produtores de Maça de Alcobaça - Indicação Geográfica Protegida veio a público esclarecer os consumidores sobre os produtos que utiliza na produção deste produto certificado, depois de uma notícia divulgada Pesticide Action Network. Um documento...

maca de alcobaca sustent