Q

Previsão do tempo

19° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
20° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C
20° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C

Futebol Distrital: Para uns positivopara outros nem por isso

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
São seguramente quatro dos jogadores mais experientes que actuam no campeonato da Divisão de Honra da AF Leiria (Rui Codinha, GDN), Vitor Maranhão (GCA), (Nelson “Bertolino”, CDP) e (Gonçalo Penas, ABCD). O Região da Nazaré quis saber a opinião destes intervenientes sobre as suas equipas nesta temporada. E elas aqui estão. Entrevistas e fotos de […]

São seguramente quatro dos jogadores mais experientes que actuam no campeonato da Divisão de Honra da AF Leiria (Rui Codinha, GDN), Vitor Maranhão (GCA), (Nelson “Bertolino”, CDP) e (Gonçalo Penas, ABCD). O Região da Nazaré quis saber a opinião destes intervenientes sobre as suas equipas nesta temporada. E elas aqui estão. Entrevistas e fotos de Joaquim José Paparrola “Os Nazarenos” devem lutar sempre pelos lugares cimeiros Rui Codinha já correu e marcou golos por muitas equipas do distrito de Leiria mas aos 38 anos ainda joga com assiduidade e factura na equipa sénior do Grupo Desportivo “Os Nazarenos”(GDN). Sobre a prestação da equipa alvi-negra no campeonato, Codinha começou por dizer ” Acho que fizemos uma temporada irregular, “Os Nazarenos” é um clube com muitas tradições em todas as provas que participa, e que entra nelas sempre para vencer, o que não quer dizer que o faça sempre, mas deve andar sempre nos lugares cimeiros das provas onde participa”. Sem hesitar afirmou” Este campeonato (honra) foi dos mais competitivos dos últimos anos, embora na minha opinião eu ache que deveríamos ter ficado nos três primeiros lugares, por isso ficámos aquém das expectativas”. Sobre os momentos mais altos da sua longa carreira Rui Codinha foi directo” Algumas das subidas de divisão em que intervim, da III para a II Divisão nacional, assim como da honra para a III. Embora a minha passagem pela selecção nacional de futebol de praia me tenha marcado imenso, onde fui vice-campeão mundial no Brasil e Campeão Europeu em Barcelona no ano de 2002”. Quanto ao facto de poder jogar mais uma época, Codinha foi reservado” Tudo depende do que a próxima direcção do clube me apresentar, gostava de jogar mais um ano, tive umas abordagens com o Carlos Delgado que vai concorrer com uma lista à presidência do GDN, e vai depender também do futuro treinador.

Assinei mais uma época pelo Ginásio Vítor Maranhão começou nas camadas de formação de “Os Nazarenos”, seguiu para os juniores de “Os Belenenses” onde evoluiu como guarda-redes, a partir dai foi um coleccionar de clubes. Com duas subidas de divisão pelo Ginásio Clube de Alcobaça (GCA), para a III. Uma subida pelo Beneditense à II Divisão, e duas taças distrito Sobre a temporada do seu Ginásio agora finda o guardião dos Alcobacenses, Maranhão, foi directo” Na minha opinião foi negativa em termos globais da nossa equipa, esperava-se mais do Ginásio. Tínhamos um grupo que foi composto para subirmos de divisão, fomos eliminados muito cedo da taça distrito, portanto considero um balanço negativo.” Logo de imediato disparou” Para mim o momento mais positivo da temporada foi quando chegámos ao jogo com o Portomosense em que em caso de vitória passávamos para a frente do campeonato, isso não aconteceu e a partir dai foi tudo negativo para nós, pois ficámos arredados da subida de divisão” Nos melhores momentos da sua carreira, Vítor Maranhão destaca” Fui campeão da Europa pela Selecção de Portugal de Futebol de Praia, foi sem duvida nenhuma uma excelente experiência para mim. Também saliento uma das subidas à III divisão pelo Ginásio em que ganhamos tudo, campeonato, taça distrito, o guarda-redes menos batido nessa temporada, fui o jogador mais utilizado”. Sobre a possibilidade de continuar a jogar futebol, Maranhão disse ao Região da Nazaré em primeira-mão” Já assinei por mais uma época pelo Ginásio, penso jogar futebol mais duas temporadas até me sentir bem depois logo se vê, já tive propostas de dois clubes da III divisão mas penso terminar a carreira no Ginásio.” Concluiu o guardião ginasista. Nunca pus em causa a permanência na honraO seu nome é Nelson mas é como Bertolino que é conhecido nas hostes futebolísticas. Este avançado do Pataiense falou para o Região da Nazaré sobre a carreira do Clube Desportivo Pataiense (CDP), nesta temporada. Bertolino começou por dizer” Sinceramente esperava um pouco mais desta equipa já que nos reforçámos com alguma qualidade, mas devido ás condicionantes que tivemos ao longo da época (muitas lesões e castigos) e também pelo facto de termos muitos jogadores de primeiro ano no plantel sénior, condicionou um pouco mas no cômputo geral, acabo por fazer um balanço positivo”. De seguida Bertolino afiançou” A manutenção do Pataiense foi a nota mais positiva desta época, pessoalmente nunca coloquei em causa a hipótese de descermos de divisão, é certo que oscilamos em momentos do campeonato mas soubemos tirar partido da nossa vontade de deixar o Pataiense no lugar onde merece estar, ou seja na divisão de honra”. Sobre a conquista que mais gozo deu a este avançado rapidíssimo e goleador, Bertolino foi peremptório” O momento mais alto na minha carreira pelo clube foi a subidaà divisão de honra na época 2005/2006.Bastante positiva a nossa temporada Gonçalo Penas é um daqueles jogadores que dá tudo o que tem e adora pôr ao serviço do seu Beneditense toda a sua experiência e dedicação”. O Região da Nazaré falou com este defesa polivalente” Terminada que está mais uma época futebolística, posso afirmar que o Beneditense realizou um campeonato bastante positivo, já que grande parte do plantel era jovem, aliado ao facto da pouca experiência de alguns elementos nesta divisão, pois conseguimos um honroso terceiro lugar”. Em relação ao factor positivo da sua equipa Gonçalo Penas relatou” Positivamente tenho a destacar o número de vitórias conquistadas no campo das equipas adversárias, tendo em consideração que em anos anteriores não foram alcançados tão bons resultados. No entanto, convém salientar que o número de jogos ganhos na nossa casa ficou aquém dos pretendidos” De seguida Penas enaltece” Não quero deixar passar a oportunidade de realçar o trabalho exercido pelos treinadores do Beneditense, tanto o Mister Mauro pela selecção dos jogadores, bem como pela colocação do Beneditense num lugar confortável na tabela classificativa. Ao mister Artur agradeço o apoio incondicional que deu à equipa depois da saída do anterior treinador. Como único aspecto negativo considero o sucedido no jogo Alqueidão da Serra – Beneditense, em que o encontro não chegou ao fim, em virtude dos ânimos se terem exaltado ao ponto de um elemento da equipa adversária ter agredido fisicamente o árbitro” Em relação ao momento mais marcante da sua carreira Penas afirmou” Foi quando conquistei o campeonato distrital de juniores, que me deu alento para continuar a jogar futebol e ingressar na equipa sénior do Caldas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real