Q

Previsão do tempo

20° C
  • Monday 20° C
  • Tuesday 21° C
  • Wednesday 21° C
20° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C
21° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C

“Uns e outros”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
António Salvador Vereador Em Democracia, todos têm direito à liberdade de expressão e opinião. Mas, parece que há “uns” que são de primeira e “outros” que são de segunda, isto é, parece que há “uns” que são mais do que “outros”. Numa atitude anti-democrata, em fóruns, artigos e programas, mais ou menos públicos (só aparecem […]

António Salvador Vereador Em Democracia, todos têm direito à liberdade de expressão e opinião. Mas, parece que há “uns” que são de primeira e “outros” que são de segunda, isto é, parece que há “uns” que são mais do que “outros”. Numa atitude anti-democrata, em fóruns, artigos e programas, mais ou menos públicos (só aparecem nestas alturas), há por aí “uns” alegados democratas, auto-proclamados pensadores de uma certa esquerda intelectual, a quem tudo parece ser permitido para atingir certas “causas”, quando aos “outros” tudo se censura, mesmo recorrendo à calúnia e à ofensa, numa atitude que deve muito à tolerância, à democracia e à liberdade, mas que nada deve à censura fascista.

“Uns”, doutos pensadores, pensam ser mais do que o Cidadão comum, e põem-se à esquerda para terem uma espécie de licença com imunidade para dizer mal dos “outros”. Os reais Políticos de Esquerda ficariam escandalizados com alguns actos de verdadeira censura fascista e ofensas à liberdade de expressão, opinião e acção efectuada por “uns”. “Uns” são “novos burgueses”, não parecem saber o que é ser de Esquerda (para eles ‘isso não interessa nada’), e agem como especialistas em tudo e mais alguma coisa (por mais complexo que seja) mas, na verdade, são donos da doutrina do dizer mal dos “outros”, intoxicando e confundindo a população e manipulando a opinião pública, para dividir e reinar. Mas, o Povo bem sabe que é fácil dizer mal, e na hora de ter soluções e de trabalhar… Concertados com os que tudo farão para governar e “assaltar o poder”, custe o que custar, agem em nome da “grande causa” dos objectivos eleitorais, tentando ajudar a eleger os seus mandantes e daí tirar algumas benesses. É só isenção, imparcialidade e boas intenções…públicas não, certamente. Para os que querem assaltar o poder, enquanto lá não estão, não interessa decidir bem, só interessa estar contra quem toma decisões. Acham que tudo lhes é permitido, só por serem “políticos” (reciclados ou convertidos), pensando que tal “qualidade” lhes permite dizer tudo e os isenta do respeito e da responsabilidade. Pelo “jogo político”, só sabem contradizer os “outros”, exibindo vaidades e ambição. Não admira que a população se afaste destas politiquices… Não vale a pena perder muito tempo com os que não aprendem com os erros do passado e têm objectivos pessoais inconfessáveis, obscuros e maléficos. E não vale a pena perder tempo com quem tem telhados de vidro… Não quero imitar os que só defendem alguns, esquecendo outros. Escolho a defesa de todos, pescadores, agricultores, comerciantes, empresários, industriais, operários, e outros profissionais, funcionários e trabalhadores, em prol da sociedade e da defesa dos valores comuns, sem distinção! Em vez de dividir… devemos unir. Na Nazaré, há quem queira trabalhar pela causa pública e pelos projectos e obras que podem ajudar a promover o desenvolvimento e a criar postos de trabalho para as pessoas, em especial para os jovens não terem de procurar trabalho longe da nossa terra, e assim podermos promover a qualidade de vida e o bem-estar da população. Apesar da crise e de todas as dificuldades, estamos a trabalhar com muita coragem e determinação em várias frentes. Mas o que interessa é criar as condições para todos viverem melhor. Vamos sentir a diferença quando começarem a surgir os resultados do trabalho que está a ser efectuado. Assim o espero. Assim o esperamos. Assim nos permitam. Em nome da liberdade de expressão e de opinião, podendo ser acusado de tudo e mais alguma coisa, quero transmitir às pessoas a realidade como a conheço e a defendo, dizendo o que a Câmara da Nazaré tem em curso, além da reabilitação de várias ruas e vias públicas, da nova Biblioteca Municipal, e de outros processos mais discretos: – Centro de Alto Rendimento do Surf para a Praia do Norte (empreitada adjudicada); – 3 Centros Escolares: Nazaré, Valado dos Frades e Famalicão (investimento de muitos milhões em educação); – Casa Mortuária da Pederneira (obra em curso) e Recifes Artificiais (candidatura e concurso a decorrer); – Área Empresarial/ Industrial do Valado dos Frades (com Zona Desportiva/ campo de futebol); – Centro Urbano, com nova Câmara e Mercado Municipal, áreas comerciais, Tribunal, reabilitação urbana/comercial e parques de estacionamento (processo de concurso a finalizar); – Requalificação da Marginal com parque de estacionamento e plano de praia (em preparação); – Nazaré XXI – Complexo Turístico da Marina e do Golfe (concurso efectuado); – Teleférico Nazaré/ Pederneira (com adjudicação e empreitada para muito breve); – Hospital privado israelita (com 250 camas e 500 postos de trabalho). São os factos. Como nazareno, sinto-me bem em participar num processo de desenvolvimento que é fruto do trabalho colectivo, participado por várias pessoas, de várias sensibilidades, que se unem nesses objectivos públicos maiores. São iniciativas que irão criar muitos postos de trabalho e permitir desenvolver muitas actividades económicas à sua volta, com empresas, empresários e trabalhadores do nosso Concelho. Os valores são importantes. Do socialismo à social-democracia, do marxismo ao capitalismo, da esquerda à direita, há sempre muito a defender. Mas as pessoas são muito mais importantes do que os partidos, sobretudo ao nível dos valores colectivos da Sociedade. É da união, ao Centro, que nasce a força das ideias e a luz para as decisões e estratégias que fazem as obras para as pessoas da nossa terra. É por isso que combatemos! Todos somos de esquerda, numas coisas. Todos somos socialistas, noutras. Todos somos social-democratas em várias outras. Ao defender o Estado de direito, democrático e livre. Ao defender a Liberdade, a Justiça social e a economia de mercado. Ao defender a produção, a pesca e a agricultura. Ao defender a redistribuição de riqueza, pagando mais quem ganha mais. Ao defender o Estado Social, como garantia para os apoios sociais e a Solidariedade a quem mais precisa. Ao defender a Educação e o desenvolvimento Humano da sociedade. A estratégia e o caminho estão traçados. As obras estão em marcha e falarão por si. É para isso que aqui estamos.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real