Q

Previsão do tempo

21° C
  • Saturday 23° C
  • Sunday 22° C
  • Monday 23° C
25° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 25° C
  • Monday 27° C
21° C
  • Saturday 30° C
  • Sunday 26° C
  • Monday 30° C

Aventura nas estradas da Nazaré

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Mais de 100 remendos e 80 buracos presentes em sete percursos da NazaréTânia RochaO Região da Nazaré andou por algumas estradas da Nazaré e tentou contabilizar os buracos e remendos/lombas que se encontram em todas, ou quase todas, as estradas da vila. São muitas as pessoas que se queixam do estado do piso, dos estragos […]
Aventura nas estradas da Nazaré

Mais de 100 remendos e 80 buracos presentes em sete percursos da NazaréTânia RochaO Região da Nazaré andou por algumas estradas da Nazaré e tentou contabilizar os buracos e remendos/lombas que se encontram em todas, ou quase todas, as estradas da vila. São muitas as pessoas que se queixam do estado do piso, dos estragos que isso provoca nas viaturas ou até mesmo do desconforto que é andar no carro sempre com a cabeça a abanar.Vamos então ver como estão algumas das principais estradas municipais da Nazaré. Na Avenida Manuel Remígio, que se estende ao longo da marginal, desde a Avenida Vieira Guimarães até à zona sul da Nazaré, encontrámos cerca de 26 buracos e quase 50 remendos/lombas. Na continuação desta estrada, para a parte norte, ou seja, na Avenida da República, contámos mais de 16 remendos e cerca de cinco buracos. Se formos a somar, temos a marginal da Nazaré com um total de mais de 60 remendos/lombas e cerca de 30 buracos.

Porém, a situação não é mais animadora noutra das principais avenidas da vila. Na Avenida Vieira Guimarães, por exemplo, os números rondaram também entre 15 a 20 remendos/lombas e os cerca de cinco buracos. Contudo, a situação inverte-se na Avenida Independência Nacional, mais conhecida por “estrada dos Correios”. Nesta encontrámos 10 buracos e apenas um único remendo/lomba, mas que se estende ao longo de toda a avenida, que até faz as viaturas circularem com uma certa inclinação.Mais a sul, circulámos pela Avenida do Município, junto à Biblioteca Municipal. Nessa via não encontrámos nenhum buraco, apenas nove remendos de grande dimensão.Apesar de os números não serem muito animadores, o Região da Nazaré foi até à Pederneira e ao Sítio ver se o estado das estradas estava mais conservado, a situação é ligeiramente diferente. Quem vem do centro da vila, rumo à Pederneira e se subirmos pela primeira entrada, temos até ao miradouro uma estrada em calçada portuguesa, sem qualquer registo a assinalar. Depois, entre o miradouro e até à saída do Caminho Real, junto à Cercina, já contámos três grandes remendos/lombas que se estendem quase ao longo de todo o percurso e mais alguns de dimensão inferior. Relativamente aos buracos, enumerámos mais de 30, e em algumas partes foi difícil distinguir entre buraco, tapete de alcatrão ou lomba. No entanto, há uma pequena parte do piso recente, sem qualquer irregularidade a assinalar. De caminho ao Sítio, se entrarmos pela rotunda junto à Escola 2,3 de Amadeu Gaudêncio e se passarmos pela Praça de Touros, rumo ao Terreiro, chegamos à mesma estrada que dá acesso à tal rotunda. Apesar de quase todo este percurso estar com um tapete de alcatrão relativamente novo, encontrámos cerca de 10 buracos e 20 remendos. Outra situação que também detectámos neste piso relativamente novo, é que em muitas partes não há traçados rodoviários. De acordo com a contagem, podemos concluir que há mais remendos/lombas do que buracos, por isso não está certo quando o povo diz “as estradas da Nazaré estão todas esburacadas”, o termo mais correcto seria “remendadas”.Depois desta análise, perguntámos ao presidente da Câmara Municipal se havia alguns projectos para arranjar as estradas da Nazaré e, segundo Jorge Barroso, “os arranjos estão previstos e os concursos vão ser lançados brevemente”. O presidente referiu que “neste momento o petróleo está mais barato e pode ser uma vantagem em termos de custos para a autarquia”. Relativamente à responsabilidade destes arranjos serem suportados pelas empresas de instalação de energias ou telecomunicações, Barroso disse que “as coisas ainda não estão reguladas para serem as empresas, quando fazem uma instalação, a pavimentar todo o piso de uma forma homogénea, o que fazem regularmente é tapar aquilo que esburacaram”. Na contagem foram considerados os buracos e remendos/lombas que são visíveis e sentidos na circulação das vias. É de acentuar no entanto, que os buracos e remendos nas estradas não nasceram agora, já são visíveis há alguns anos, embora possam ter crescido devido às constantes instalações de energia e telecomunicações.Porém, se quase todas as estradas estão degradas, também há aquelas, que por terem sido arranjadas recentemente, não têm marcas rodoviárias. Este é, por exemplo, o caso da Estrada Nacional que liga a Nazaré à Pederneira, da responsabilidade da empresa “Estradas de Portugal”, onde as linhas das bermas, traços de separação central e passadeiras não estão devidamente marcadas.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

João Formiga anuncia candidatura à concelhia do PS Nazaré

João A. Portugal Formiga, Presidente da Junta de Freguesia da Nazaré, anunciou, nas redes sociais, que é candidato à presidência da concelhia local do Partido Socialista. “No panorama político atual, onde uma parte da direita e outra parte da esquerda, se têm...

joao formiga

CDU critica atualização de respostas sociais à realidade do país

A resposta social do concelho às famílias que apresentam maiores dificuldades não é suficiente na opinião da CDU. “Temos vindo a assistir à degradação da vida por conta dos aumentos de custos de vida”, disse João Paulo Delgado, vereador na oposição da Câmara da...

cmn

Real Abadia Congress & Spa Hotel comemora o 9º aniversário

O Real Abadia Congress & Spa Hotel está a comemorar o seu 9º aniversário.  Depois de dois anos em que o sector do turismo sofreu um forte abrandamento, a direção unidade, inaugurada em 2013, quer olhar para o futuro com confiança, e está fortemente...

real