Q

Previsão do tempo

17° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 28° C
  • Friday 30° C
17° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 34° C
  • Friday 37° C
18° C
  • Wednesday 26° C
  • Thursday 34° C
  • Friday 37° C

“Distracções Provocam Colisões”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Inauguração em LeiriaApresentada campanha distrital de prevenção rodoviária para o Verão de 2008-08-01Carlos BarrosoFoi apresentada em Leiria, na presença do ministro da administração interna a campanha distrital de prevenção rodoviária para o Verão de 2008 “Distracções Provocam Colisões”, numa acção inovadora.Segundo Paiva de Carvalho, governador civil do distrito de Leiria com esta acção “pretende-se alertar […]
“Distracções Provocam Colisões”

Inauguração em LeiriaApresentada campanha distrital de prevenção rodoviária para o Verão de 2008-08-01Carlos BarrosoFoi apresentada em Leiria, na presença do ministro da administração interna a campanha distrital de prevenção rodoviária para o Verão de 2008 “Distracções Provocam Colisões”, numa acção inovadora.Segundo Paiva de Carvalho, governador civil do distrito de Leiria com esta acção “pretende-se alertar os condutores para a importância de uma condução atenta e para as consequências nefastas que acções como, fumar, usar o telemóvel e consumir álcool, podem provocar quando se conduz”. Na elaboração das esculturas estiveram “jovens reclusos”, em que alguns foram condenados por crimes relacionados com a condução ilegal, o que “contribui para a sua reabilitação”.

Sem não esquecer quem elaborou estas esculturas, o governador civil de Leiria, enalteceu a participação do Instituto Português da Juventude, o Estabelecimento Prisional Central Especial de Leiria, à Companhia de Seguros Tranquilidade, à PSP e GNR e às Câmaras Municipais de Alcobaça, Caldas da Rainha, Leiria, Marinha Grande e Pombal que “identificaram e arranjaram os locais onde estão instaladas as esculturas”.Segundo dados do governo civil de Leiria, em 2007, o quarto crime com maior número de participações registadas, logo a seguir aos outros furtos, ofensa à integridade física e furto de veículo motorizado, foi a condução de veículos com taxa de álcool igual ou superior a 1,2 g/l, com cerca de 1.075 participações, o que representa uma média de 3 por dia.Segundo dados fornecidos pelas forças de segurança do distrito, no 1º semestre de 2008, 440 condutores foram fiscalizados e apresentaram taxa de álcool igual ou superior a 1,2 g/l, numa média de 2,4 por dia. Em 2007 foram autuados 3.353 condutores, ou passageiros que não faziam uso, ou por uso incorrecto, de sistema de retenção, cerca de uma média de 9 por dia. No 1º semestre de 2008 foram autuados 1.287, uma média de 7 condutores por dia. Em 2007 foram autuados 18.704 condutores por conduzirem em excesso de velocidade, cerca de 51 condutores por dia. No 1º semestre de 2008 foram autuados 9.419, uma média de 52 condutores por dia. Em 2007 registaram-se 77 mortes nas estradas do distrito, uma média de 6,4 mortes por mês e no 1ºsemestre de 2008 registaram-se 24 mortes, uma média de 4 mortes por mês.Perante estes dados, Paiva de Carvalho quer estender esta campanha de esculturas artesanais e de âmbito local, aos restantes concelhos do distrito e a outros distritos de Portugal, numa tentativa de reduzir o número de mortos nas estradas.De acordo com as palavras e intenções do representante do Governo no distrito, o ministro da administração interna, Rui Pereira, anunciou que a meta do Governo é a “redução do número de mortos nas estradas do país para 500 por ano dentro de cinco anos, no máximo”.“É um objectivo que está ao nosso alcance e que percorreremos com veemência”, disse o governante durante a apresentação da campanha distrital de prevenção rodoviária “Distracções provocam colisões”, em Leiria, ao mesmo tempo que admitiu que “um morto na estrada já é um morto a mais”.“Apesar de termos registado progressos nos últimos anos, queremos ainda mais e melhor”, referiu Rui Pereira, lembrando que “há 20 anos morriam 2.600 pessoas nas estradas portuguesas. Nos últimos dois anos, o número de mortes foi de 850 e 854 respectivamente”.Para o governante, a diminuição do número de vítimas mortais em resultado de acidentes rodoviários deve-se aos “melhoramentos na rede viária”, mas também “aos automóveis mais seguros e mais modernos” e “à fiscalização mais dedicada das forças de segurança”.Rui Pereira destacou ainda o “empenhamento dos governos civis, das autarquias e dos cidadãos para a redução do número de mortes nas estradas”, defendendo contudo ser necessário “mudar a mentalidade dos condutores”.“É necessário que haja responsabilidade, que haja uma cultura cívica, uma ideologia democrática que aceite a responsabilidade de todos nós na defesa de nós próprios”, destacou.Só assim, “deixará de haver comportamentos criminosos e contra-ordenações” e a estrada passará “a ser mais segura, mais feliz”, admitiu o governante.Esta campanha assentará fundamentalmente na implantação em seis rotundas urbanas, dos concelhos de Alcobaça, Caldas da Rainha, Leiria, Marinha Grande e Pombal, de esculturas de grande dimensão em esferovite com cerca de três metros de altura, que figurarão o álcool, o tabaco e o telemóvel colididos por automóveis sinistrados, facto que a torna uma iniciativa pioneira e inovadora no âmbito das acções de prevenção rodoviária.Também foram produzidos diversos materiais promocionais com a imagem da campanha, nomeadamente cartazes, postais, autocolantes, t-shirts e bonés. Durante o mês de Agosto serão feitas diversas inserções publicitárias nos órgãos de comunicação social regional, que se associaram igualmente a esta campanha, através de descontos nos preços praticados, descontos em alguns casos superiores a 50% . Esta campanha está orça em dez mil euros.Com a dinamização deste projecto, o Governo Civil pretende contribuir para a redução da sinistralidade rodoviária nos meses do Verão, período durante o qual se verifica um maior número de acidentes nas estradas do país. Pretende-se também alertar os condutores para a importância de uma condução atenta e para as consequências nefastas que acções como, fumar, usar o telemóvel e consumir álcool, podem provocar quando se conduz.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo

Apreensão de 710 quilos de pescada subdimensionada

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro da Nazaré, no dia 10 de maio, apreendeu 710 quilos de pescada subdimensionada, na Nazaré. No âmbito de uma ação de fiscalização destinada ao controlo das regras de captura,...

pescada