Q

Previsão do tempo

18° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 22° C
19° C
  • Wednesday 23° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 27° C
19° C
  • Wednesday 25° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 29° C

Executivo vota por maioria descida do IMI

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Taxas do IMI decididas na próxima AssembleiaN a sequência do agendamento da fixação das taxas do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis), acompanhado de uma “informação” do Vereador António Salvador, com uma análise dos valores e impactos que esta questão e a eventual descida de taxas teria nas contas da autarquia e nos encargos para a […]

Taxas do IMI decididas na próxima AssembleiaN a sequência do agendamento da fixação das taxas do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis), acompanhado de uma “informação” do Vereador António Salvador, com uma análise dos valores e impactos que esta questão e a eventual descida de taxas teria nas contas da autarquia e nos encargos para a população, o assunto foi discutido durante mais de três horas, na última reunião do executivo camarário. O mesmo Vereador apresentou também uma informação sobre os impactos financeiros da eventual descida do IRS da população, que embora agendado para esta reunião, acabou por ser retirada, a pedido do Vereador do PS, Vítor Esgaio.

É de recordar que este assunto já tinha sido debatido há cerca de um ano atrás, aquando de uma proposta do grupo de cidadãos independentes, o que motivou alguma discussão entre os membros do executivo. Durante a discussão deste assunto, foram efectuadas diversas acusações a António Salvador por alegadas contradições e por este vereador estar a apresentar uma “proposta” de descida das taxas que, na óptica de Vítor Esgaio, não corresponderia ao que o próprio teria defendido um ano antes, aquando da proposta apresentada em nome do Grupo de Cidadãos Independentes.Salvador ripostou que não havia qualquer proposta da sua parte ou do GCI em cima da mesa, apenas tinha feito uma “informação” para ajudar a decidir este assunto tal como já fizera antes, apresentando um estudo com os valores que estariam em causa, dando cumprimento à deliberação da Assembleia Municipal. Mais afirmou que o vereador Esgaio voltou a apresentar uma proposta, alegadamente, em “nome do PS”, mas sem fazer o trabalho de casa, porque mais uma vez não apresentou quaisquer números que a fundamentassem, procurando apenas fazer”joguete político”, com uma questão muito importante para os munícipes”. Também o Presidente da Câmara disse ao Vereador do PS “por falar em contradições, o senhor vereador está a ver-se ao espelho”.Após votação, foi aprovada, por maioria, a descida das taxas do IMI sobre prédios não avaliados, de 0,80 para 0,70 e dos prédios avaliados de 0,50 para 0,45 o que significa uma redução da receita estimada em perto de 200 000 € no primeiro caso e mais de 68 000 € no segundo, em relação ao próximo ano. Esta questão é discutida e decidida na Reunião da Assembleia Municipal de 4.ª feira. MCB

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Prémios Vinhos de Portugal 2024 realizado em Alcobaça

Ministro da Agricultura marcou presença no evento que decorreu em hotel de luxo da cidade O Montebelo Mosteiro de Alcobaça Historic Hotel foi, no passado dia 3 de maio, o local escolhido para a realização da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores da 11º...

concurso de vinhos portugueses

Alcobaça em grande destaque no ranking PME Líder 2023

Com 110 empresas galardoadas, mais 11 do que no ano transato, Alcobaça ocupa novamente um lugar de destaque a nível do Oeste (2º classificado) e do distrito (3º classificado) no ranking PME Líder 2023, prestigiado selo de qualidade atribuído anualmente pelo IAPMEI...

Arte Xávega regressa para reavivar o património [vivo] do concelho

A herança cultural é recriada para mostrar como era a vida piscatória antes do Porto A recriação da pesca artesanal “Arte Xávega" está de volta ao areal da Praia da Nazaré por iniciativa do Rancho Velha Guarda do Folclore da Nazaré, com o apoio do Município, aos...

arte xavega