Q

Previsão do tempo

17° C
  • Thursday 27° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 29° C
18° C
  • Thursday 33° C
  • Friday 37° C
  • Saturday 37° C
16° C
  • Thursday 33° C
  • Friday 37° C
  • Saturday 37° C

Stacey Kent canta o jazz e ainda conta histórias

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
No Cine-Teatro de AlcobaçaDavid MarianoStacey Kent não vem apenas rotulada de grande voz ao serviço do jazz, traz também colada a si o título de contadora de histórias, o que valha a verdade é uma das qualidades mais esquecidas associadas ao género que tornou famosa esta artista norte-americana, oriunda de New Jersey. A contribuir para […]
Stacey Kent canta o jazz e ainda conta histórias

No Cine-Teatro de AlcobaçaDavid MarianoStacey Kent não vem apenas rotulada de grande voz ao serviço do jazz, traz também colada a si o título de contadora de histórias, o que valha a verdade é uma das qualidades mais esquecidas associadas ao género que tornou famosa esta artista norte-americana, oriunda de New Jersey. A contribuir para a aliança entre narrativa e melodia conta-se a formação universitária da cantora em Literatura Comparada (é daí que vem o gosto pelas histórias) e o casamento em 1991 com o saxofonista tenor Jim Tomlinson. O primeiro disco só veio cerca de meia dúzia de anos mais tarde e chamou-se “Close Your Eyes” (1997), seguindo-se até hoje mais quatro álbuns que ajudaram a afirmar Stacey Kent como uma personalidade carismática no mundo do jazz.

É boa parte desse carisma que o público de Alcobaça irá ter oportunidade de observar no próximo dia 15 de Março, sábado, pelas 21h 30, quando a artista subir ao palco do Grande Auditório do Cine-Teatro de Alcobaça, num concerto onde será acompanhada pelo próprio marido Jim Tomlinson e os músicos Graham Harvey, ao piano, David Chamberlain, no contrabaixo, e Matthew Skelton à bateria. Na agenda do espectáculo está o seu último trabalho, intitulado “Breakfast on the Morning Tram”, editado pela afamada Blue Note Records (catálogo que chega a confundir-se com a história do jazz: por lá passaram e por lá estão os “nomes grandes”) e que já conquistou o estatuto de disco de ouro em dois dos maiores mercados europeus: França e Alemanha (feito tanto mais assinalável quanto raro num circuito dominado pelas estrelas pop).A actuação de Stacey Kent em Alcobaça é exclusiva no contexto de uma mini-tournée que passará igualmente por Lisboa (Centro Cultural de Belém) e Porto (Casa da Música), pontuando-se também pela “presença” do escritor britânico de ascendência japonesa Kazuo Ishiguro (e vencedor do Booker Prize por um romance celebrizado no cinema pelo actor Anthony Hopkins: “Os Despojos do Dia”) no capítulo das letras que constituem algumas das composições de “Breakfast on the Morning Tram”.Para Jay Livingston, compositor três vezes galardoado por um Óscar na categoria de Melhor Canção Original (é dele o famoso tema de abertura da série televisiva “Bonanza”), “Stacey Kent é uma verdadeira revelação.” “Não existe ninguém a cantar hoje em dia que seja comparável. Tem o estilo dos gigantes, como Billie Holiday e Ella Fitzgerald e canta as palavras como Nat Cole: limpa, clara, com uma dicção perfeita.” Acreditamos: Livingston não nos está a “contar histórias”. As histórias, essas, vão estar por conta de Stacey Kent que ainda por cima traz até nós uma banda sonora a condizer.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo