Q

Previsão do tempo

18° C
  • Thursday 26° C
  • Friday 31° C
  • Saturday 30° C
18° C
  • Thursday 32° C
  • Friday 38° C
  • Saturday 38° C
19° C
  • Thursday 33° C
  • Friday 38° C
  • Saturday 38° C

Alcobaça “versus” Caldas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Daniel Bessa durante as declaraçõesHospital Oeste NorteCarlos Barroso Na semana em que a Câmara Municipal de Alcobaça decidiu, na reunião realizada no dia 25 de Fevereiro, adquirir o terreno da “Quinta da Cela”, em Alfeizerão, para eventual instalação no local do Hospital Oeste Norte, por 3,5 milhões de euros, com votos favoráveis da maioria, liderada […]
Alcobaça “versus” Caldas

Daniel Bessa durante as declaraçõesHospital Oeste NorteCarlos Barroso Na semana em que a Câmara Municipal de Alcobaça decidiu, na reunião realizada no dia 25 de Fevereiro, adquirir o terreno da “Quinta da Cela”, em Alfeizerão, para eventual instalação no local do Hospital Oeste Norte, por 3,5 milhões de euros, com votos favoráveis da maioria, liderada por Gonçalves Sapinho, Carlos Bonifácio, Alcina Gonçalves, Hermínio Rodrigues e José Vinagre e os votos contra de Daniel Adrião do PS e Rogério Raimundo da CDU, Daniel Bessa num jantar nas Caldas, recuou e afirmou ir rever o seu estudo que dava a localização certa em Alfeizerão para o Hospital Oeste Norte.

Recorde-se que um estudo encomendado pelo Ministério da Saúde à Escola Superior de Gestão do Porto aponta precisamente Alfeizerão, a meio caminho entre as cidades de Alcobaça e Caldas da Rainha, como o melhor local para o novo hospital regional, mas Daniel Bessa, professor e antigo ministro da economia durante o semestre de Outubro de 95 e Março de 96 e que o antigo ministro da saúde, Correia de Campos pediu para fazer um estudo que indicasse a melhor localização para o Hospital Oeste Norte, (HON) assumiu à margem do jantar organizado pela AIRO que errou na escolha de Alfeizerão em vez de Caldas da Rainha.“Desgraçadamente a escolha caiu no concelho do vizinho. Eu não tenho culpa. Eu não fiz nada a ninguém. Eu tive de escolher entre dois terrenos a poucos quilómetros um do outro e por acaso caiu ali, porque a poucos quilómetros não há escolha nenhuma. Tive azar”, afirmou perante cerca de uma centena de políticos, industriais e comerciantes.Esta declaração vem depois de José Marques Serralheiro, o mentor do HON ter intervido e pedido para que “os caldenses sonharem mais com projectos na saúde”, referindo claramente ao seu projecto nas Caldas.Daniel Bessa declarou por seu turno que o HON deve ficar nas Caldas porque é “onde está o Hospital e é onde tem de ficar”.Quanto aos critérios de decisão anterior, justificou o “cálculo médio de deslocação”, salientando que ia “colocar o equipamento onde reduzo o tempo médio de deslocação”. “Há-de ficar à porta de uns e a quilómetros de outros”, assumindo que só fez conta com Caldas e Alcobaça, optando pelo meio caminho entre as duas cidades, esquecendo-se de Óbidos, Peniche, Lourinhã, Cadaval e Bombarral.“Tive azar de ter de escolher entre dois terrenos e o do concelho de Caldas para norte esticou pouco”, assumindo que não foi “sensível à potencialidade do único centro urbano que são Caldas da Rainha”. Confrontado com todos estes novos dados, Fernando Costa declarou que o professor Daniel Bessa tem um erro nas contas e que deverá emendar.“Concordo com os critérios que foram usados, porque se deve escolher o local que melhor serve a população e escolhido esse local o presidente da Câmara terá de o aceitar. Só que o professor Daniel Bessa tem um erro no estudo dele, porque o ponto que melhor serve os concelhos de Alcobaça, Nazaré, Caldas, Óbidos, Bombarral, Peniche, Lourinha, Rio Maior e Cadaval, não é Alfeizerão. Pode ser Caldas, perto de Óbidos. Em Alfeizerão não vivem mais de 60 mil pessoas e abaixo disso vivem neste conjunto de oito concelhos, mais de 120 mil pessoas”.O autarca das Caldas que agora une força a sul para derrotar o norte do Oeste onde parece esta solitário Gonçalves Sapinho, justificou que a escolha do terreno dos Texugos para contrariar Alfeizerão ficou-se a dever que ao “equivoco da equipa de Daniel Bessa porque puxava o hospital para norte”, e assim “disponibilizamos o terreno mais a norte da cidade para ser mais equilibrado”.Mais confiante na localização do HON nas Caldas Fernando Costa já disponibilizou o terreno da Matel e em redor para a construção da unidade, já que tem a certeza que “o Hospital é nas Caldas, ou nas Caldas-Óbidos”.O presidente da Câmara das Caldas, declarou ainda que “seria penoso para os munícipes de Peniche, Caldas, Óbidos, Bombarral, Lourinhã e Cadaval, pagarem portagem para irem ao Hospital”.O recém empossado Governador Civil de Leiria, Paiva de Carvalho disse em exclusivo ao REGIÂO que “Caldas da Rainha tem um papel muito importante na matéria da saúde e não deixaremos que isso seja tido em conta”, disse, frisando que “das poucas indicações que tenho é que Caldas terá uma indicação favorável”, para a localização do HON.Perante estas declarações e movimentações a sul pode-se concluir que Daniel Bessa arrependeu-se e Caldas ganhou o Hospital, sabendo-se que ainda é cedo para cantar vitória para o lado das termas por o Governo terá sempre a última palavra quanto à localização do equipamento.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo

Quercus atribui Qualidade de Ouro a duas praias do concelho da Nazaré

A associação divulgou a lista das 440 praias com “Qualidade de Ouro”, um valor nunca antes alcançado na história deste galardão que avalia a qualidade das águas balneares nacionais, estando as duas praias costeiras do concelho da Nazaré integradas no ranking de...

245416536 4319795401408206 1376882044721136776 n