Q

Previsão do tempo

18° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 23° C
  • Wednesday 23° C
18° C
  • Monday 26° C
  • Tuesday 27° C
  • Wednesday 27° C
18° C
  • Monday 28° C
  • Tuesday 28° C
  • Wednesday 29° C

Concelho de Alcobaça comemora o Mês da Música

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Entre 4 e 26 de OutubroDavid Mariano Começou no último dia 4 e termina no próximo dia 26: Alcobaça volta a dar-nos música e para isso entronou Outubro como o “Mês da Música”. Uma festa da música comemora-se, portanto, com música e para isso o município alcobacense decidiu apresentar cinco espectáculos musicais que irão decorrer […]

Entre 4 e 26 de OutubroDavid Mariano Começou no último dia 4 e termina no próximo dia 26: Alcobaça volta a dar-nos música e para isso entronou Outubro como o “Mês da Música”. Uma festa da música comemora-se, portanto, com música e para isso o município alcobacense decidiu apresentar cinco espectáculos musicais que irão decorrer nos mais diversos espaços do concelho: Cine-Teatro de Alcobaça, Mosteiro de Alcobaça, Mosteiro de Cós e o Auditório dos Bombeiros Voluntários de Pataias. Espaços que, segundo comunicado da autarquia, “serão os palcos para artistas nacionais e internacionais, que darão a este mês maior musicalidade, chamando a atenção para a importância da música nos dias de hoje.”

Depois de um espectáculo de abertura já realizado a 4 de Outubro – o Concerto de Professores da Academia de Música de Alcobaça que antecedeu uma “extraordinária” Assembleia Municipal transferida para o Grande Auditório do Cine-Teatro nessa mesma noite [ver reportagem nesta edição] -, estão previstos mais quatro concertos no programa onde o destaque vai para a chegada dos Solistas de Salzburgo (os quais além de Alcobaça passam igualmente pelas cidades de Santarém, Barreiro, Sintra, Montijo, Almada e Entroncamento) e do Moscow Piano Quartet.Os primeiros, formados em 1979 pelo violinista Leskwitz (também natural da cidade austríaca de Salzburgo), têm sido considerados individualmente concertistas de craveira mundial e líderes em algumas orquestras de renome, leccionando também nas mais importantes academias de música. No currículo contam com passagens por cidades como Londres, Bruxelas, Paris, Viena, Salzburgo, Copenhaga, Oslo, Tóquio, Barcelona, Nova Iorque ou Madrid, tendo efectuado inúmeras gravações para catálogos consagrados como a Sony Classics, Emi Classics e Decca, sem esquecer actuações ao lado de solistas do calibre de Rostrapovitch, Oístrach, Demus, Geringas, Maria José Morais, Vladimir Stoyanov, Karl Leister, entre outros. Razões mais do que suficientes para os vermos (e ouvirmos) a 21 de Outubro, pelas 18h 30, nos Mosteiro de Alcobaça.Quanto ao Moscow Piano Quartet, criado na capital russa em 1989 pelo pianista Alexei Eremine e pelo violoncelista Guenrikh Elessine, trata-se de uma das mais destacadas formações de música residentes em Portugal (já com um protocolo com o concelho de Alcobaça para a concretização de seis concertos por ano), com actuações por toda a Europa e Japão. Esta formação de música procura divulgar todas as obras escritas para violino, violeta, violoncelo e piano, desde o período clássico aos nossos dias e foi marcado pela aprendizagem com o mestre Valentin Berlinski (violoncelista do Quarteto Borodine). Com eles há dois espectáculos agendados com entrada livre: a 19 de Outubro, pelas 21h 30, no Mosteiro de Cós e a 20 de Outubro, pelas 18h, no Auditório dos Bombeiros Voluntários de Pataias.Para terminar, temos viola brasileira e temos Roberto Corrêa que se mostrará no Mosteiro de Alcobaça em 26 de Outubro, pelas 18h 30, com entrada livre. É apontado pela imprensa do seu país como um dos maiores violeiros de todos os tempos e um dos importantes estudiosos de violas no Brasil. Com excepção deste último concerto, organizado pelo Mosteiro de Alcobaça, o “Mês da Música” é uma organização da Câmara Municipal de Alcobaça, com o apoio da Academia de Música de Alcobaça, do Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico (IGESPAR) e da ARTEMREDE.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

As vantagens de apostar num projeto de cozinha com ilha

Este tipo de cozinhas modernas com ilha, são cada vez mais comuns em Portugal por oferecerem uma estética interessante e serem muito mais práticas do que as cozinhas com uma disposição mais tradicional.

artigo